Universidade Norte Americana apresenta em abril novo Drone de Combate a Incêndios

0
fireengineering.com

fireengineering.com

Os Drones são um tipo de tecnologia que está a desenvolver-se muito rapidamente, já estão a ser usados para diversos fins, utilizados por militares, e em alguns países, também para aplicação da lei.

NC State University – Universidade de Carolina do Norte – é uma das universidades na vanguarda dessa revolução. Nos últimos anos, têm sido desenvolvidos diferentes programas e projetos dedicados aos Drones, variando com novos tipos de sistemas de voo.

Recentemente a ideia é o combate aos incêndios através do chamado Drone Challenge.

Após a realização de algumas reuniões com bombeiros de diferentes corpos de bombeiros, incluindo a Chapel Hill e Carolina do Norte, nasceu um novo conceito de combate a incêndios. Controlado por um operador do lado de fora de um prédio em chamas, o drone fornece FPV (visão em primeira pessoa) com câmaras de filmagem e infravermelhos, e pode voar para dentro do prédio através de janelas ou portas abertas e identificar pessoas e pontos quentes no interior, antes de os bombeiros lá chegarem. Para fazer tudo acontecer rapidamente, o drone também tem incluída uma tecnologia autónoma de prevenção de bordo contra os obstáculos que o afastam de paredes, tetos e pisos. Isso permitirá ao operador navegar através do edifício de forma rápida, sem medo de colidir em nada.

 Este novo conceito de drone promete reduzir o tempo para extinguir incêndios num edifício ou encontrar uma vítima. Também irá ajudar a salvar a própria vida dos bombeiros, que, muitas vezes, têm que rastejar em edifícios e procurar por sobreviventes, utilizando uma câmera FLIR manualmente.

 Os novos sensores também são de baixo custo, de modo que, o preço do drone pode ser baixo e acessível para os corpos de bombeiros mais deficitários.

 O combate ao fogo com o novo Drone é um desafio que começou no ano passado (2014) com várias equipas a trabalhar em paralelo em diferentes módulos do sistema. Nos primeiros seis meses foi possível a criação da solução para os obstáculos, um dos aspetos tecnológicos mais importantes, bem como o tamanho reduzido da plataforma para habilitá-lo a voar mais facilmente através de aberturas de portas.

 Atualmente e nos próximos meses, os alunos estarão a integrar os módulos recém-desenvolvidos, bem como aperfeiçoá-los.

O primeiro protótipo está previsto para ser concluído e apresentado no final de abril de 2015 com as novas funcionalidades integradas.

 Claro que, o progresso de desenvolvimento do Drone terá de continuar para além de Abril. Será necessário protegê-lo por exemplo do desabamento de um telhado e saber como poderá ser capaz de voar antes de ser ultrapassado por altas temperaturas.

O Drone tem atualmente um tempo de vôo estimado de 7-8 minutos, a questão é como vai ser possível aumentar o tempo de vôo.

Se este tipo de programa de drones de combate a incêndios for adotado, significa que pelo menos um bombeiro de cada departamento terá que aprender a manobrar o equipamento. Se este programa resultar num grande interesse, o estado Norte-americano poderá vir a fornecer ferramentas de ensino.

Os alunos norte-americanos estão, atualmente, à procura de corpos de bombeiros em todo os EUA para participar, contribuindo com ideias, sugestões e preocupações sobre o drone.

 Uma vez que este é um projeto académico, os alunos também estão ainda à procura de oportunidades de patrocínio de meios privados e públicos, para que seja possível realizar mais otimização e investigação sobre os diversos módulos do Drone de combate a incêndios, para melhorar este produto ainda mais.

(Fonte: www.fireengineering.com/bombeiros.pt)




Sobre quem enviou a noticia

Mónica Costa

Mónica Costa

É natural de Tabuaço, licenciada em Comunicação e Relações Económicas e Mestre em Marketing e Comunicação. Foi jornalista na Rádio F até 2013 e apesar de nunca ter estado diretamente ligada ao mundo dos bombeiros, acompanhou sempre com um enorme respeito e admiração o seu trabalho. Na atualidade integra a equipa da Direção informativa do portal bombeiros.pt.