Microsoft, CITEVE e Centi criam fatos inteligentes para evitar morte dos bombeiros

0
imagem ilustrativa

imagem ilustrativa

Desenvolver tecidos inteligentes que protejam do fogo e enviem informação sobre os sinais vitais dos bombeiros que combatem incêndios é o principal objetivo da parceria entre a Microsoft,o Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (Citeve) e o Centro de Nanotecnologia e Materiais Inteligentes (CeNTI).

O acordo foi anunciada, hoje, numa sessão presidida por Robert Sherman, embaixador norte-americano em Portugal. O Centi deverá desenvolver as fibras necessárias para resistir ao fogo e ter sensores biométricos que detectem as informações sobre o estado do bombeiro. A Microsoft vai trabalhar no software que processa essa informação, analisando os dados na nuvem e transmitindo-as para os serviços médicos, quando os sinais vitais estiverem em risco, explicou Pedro Duarte, responsável pelas relações institucionais da Microsoft Portugal durante a cerimónia.

“Níveis de dióxido de carbono, temperatura do corpo” são alguns dos indicadores que poderão ser medidos por este tecido inteligente explica Ana Ribeiro, responsável pelo desenvolvimento de Negócios do CeNTI. Este é um exemplo da “parceria estratégica entre empresas norte-americanas e portuguesas para que mais nenhum bombeiro tenha que colocar a vida em risco sem a protecção adequada”, afirmou o embaixador Robert Sherman durante a cerimónia. Na sessão dois fatos de bombeiros inteligentes, que resistem ao fogo foram entregues a duas corporações de bombeiros voluntários de Vila Nova de Famalicão, onde decorreu a sessão. O embaixador não esquece as imagens que viveu, antes de vir para Portugal como embaixador, num incêndio que matou dois bombeiros e que aconteceu a menos de cinco minutos da sua casa em Boston.

A entrega destes dois fatos é a primeira iniciativa de responsabilidade social da Câmara de Comércio Americana em Portugal, em colaboração com a Embaixada dos EUA em Lisboa.
A cerimónia foi um dos pontos da agenda do “roadshow” que o embaixador norte-americano está a fazer ao norte do país para conversar com os empresários sobre os benefícios do acordo de parceria entre a União Europeia que é uma das prioridades do presidente Barak Obama.

(Fonte: Económico)




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.