Já conhece o serviço de Ambulâncias Aéreas?

0

O Portal Bombeiros.pt apresenta-vos hoje um dos mais intensos serviços de ambulância do mundo. Acompanhe o texto e veja o pequeno vídeo final.

ambulância aérea noruega

Historial

O transporte de pacientes com ambulância aérea começou cerca de 1930 , na Noruega. Em 1924 , a Cruz Vermelha lançou a ideia para o transporte de pacientes com aviões. O primeiro transporte terá sido realizado em 1932, com Viggo Widerøe como piloto. Após a Segunda Guerra Mundial, pequenos hidroaviões civis realizaram estas missões nas partes oeste e norte da Noruega, sendo posteriormente introduzidos helicópteros. A Força Aérea Norueguesa realizou missões de ambulância aérea com os seus aviões Catalina, realizando muitas missões bem dentro dos limites marítimos.

Norseman

O conceito de pessoal médico integrado em  ambulâncias aéreas foi introduzido em 1978 pelo Dr. Jens Moe . A fundação, agora conhecida como o Norwegian Air Ambulance Foundation, foi criada para garantir os aspectos financeiros da operação.
O serviço nacional de ambulância aérea foi criado em 1988, com a liderança de Tove Strand Gerhardsen que na época era o Ministro dos Assuntos Sociais. A empresa Airlines ganhou então os contratos com a Administração Nacional de Seguros para prestar cuidados de emergência com aviões e helicópteros convertidos em ambulâncias (Statens Luftambulanse). Os hospitais regionais fornecem, da sua parte, o pessoal especializado na área da saúde.

Na sequência das reformas hospitalares, em 2002, a responsabilidade pelos serviços de ambulância aérea foi transferida para as na, na altura, cinco (agora quatro) Autoridades Regionais de Saúde. Em 2004, essas autoridades regionais estabeleceram uma filial comum e criaram o Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega.

Dados Gerais

As Autoridades de Saúde Regionais pagam todos os custos relativos ao funcionamento dos serviços de ambulância aérea e administração divide-se em duas vertentes de responsabilidade: o Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega é responsável pelas operações de voo e as autoridades de saúde locais são responsáveis ​​pelo lado médico da operação e fornecimento de médicos e enfermeiros.

A sede situa-se em Bodø. A divisão médica é em Trondheim e o Centro de Coordenação de Voo é em Tromsø.

Beech

A parte da aviação do Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega é posta a concurso. Em 2013, dois operadores conseguiram contratos para fornecer aviões e helicópteros ambulância (Norsk Luftambulanse AS e Lufttransport AS ). Nove aviões ambulância estão situados em sete bases locais distribuídas por toda a Noruega (Kirkenes, Alta, Tromsø, Bodø, Bronnoysund, Alesund e Gardermoen). Duas bases, Alta e Gardemoen, têm duas aeronaves. Os Helicópteros ambulância estão situados em onze locais (Tromsø, Bronnoysund, Trondheim, Ålesund, Forde, Bergen, Stavanger, Arendal, AL, Lørenskog e Dombås) com doze helicópteros ao serviço. Lørenskog fornece dois helicópteros. Todas as bases de ambulâncias aéreas estão em estado de prontidão 24 horas por dia.

A equipa médica nas bases aéreas que fornecem serviços com helicóptero tem à sua disposição um carro de Resposta Rápida. Este carro é usado para emergências próximas ou quando o tempo impede a utilização do helicóptero. Os carros de resposta rápida são financiados pela Norwegian Air Ambulance Foundation.

O Ministério da Saúde fez um acordo com os Ministérios da Justiça e da Segurança Pública que permite que o Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega possa utilizar os Helicópteros de Busca e Salvamento (Search and Rescue) para missões de ambulância quando eles estão disponíveis. Este serviço está situado em seis locais (Banak, Bodo, Orland, Floro, Sola e Rygge) e todas as bases estão em estado de prontidão 24 horas por dia.

baseKart

Mapa de localização das Bases Aéreas

ESTATÍSTICAS

O orçamento anual do Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega está perto dos 800 milhões de coroas norueguesas (perto de 100 milhões de euros).

No total, há 24 funcionários do Serviço. Os dois operadores aéreos têm cerca de 200 funcionários que pilotam as Ambulâncias Aéreas.

Todos os anos cerca de 20 000 pacientes são assistidos pelos serviços. Quase metade são transportados por aviões ambulância enquanto um terço é transportado por helicópteros ambulância. No total, os aviões e helicópteros atingem cerca de 18 000 horas de voo por ano. Os demais pacientes são assistidos por Helicópteros de Busca e Salvamento ou através dos carros de resposta rápida.

PROCEDIMENTO DE REQUISIÇÃO

Os cidadãos ligam o número de telefone de emergência norueguês: 113, quando precisam de socorro urgente. O Centro de Coordenação de Medicina de Emergência (EMCC) avalia a necessidade de ambulância ou de ambulância aérea. Uma vez que o EMCC decida usar a ambulância aérea para transporte de pacientes, contacta a base de ambulância aérea (para helicópteros) ou o Centro Coordenador de Voos (para aviões) e transmite a informação relevante para a missão.

Serviços

O Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega fornece um serviço de medicina de emergência especializada e é parte integrante dos serviços públicos de emergência.

Todos os helicópteros são equipadas com um piloto, uma tripulação de resgate (um socorrista especializado e um médico anestesista/ emergência). Todos os helicópteros são equipados com avançados equipamentos médicos e uma cápsula para transportar dois pacientes de maca. São utilizados três tipos diferentes de helicópteros nos serviços de ambulância aérea, o Agusta Westland 139 (baseado em Tromsø, BRONNOYSUND e Ålesund ), o Eurocopter EC145 e o EC135P2+ (a partir de Lørenskog), e o Eurocopter EC135 P2+ em todas as restantes bases.

Agusta Westland 139

Agusta Westland 139

Eurocopter EC145

Eurocopter EC145

EC135P2+

EC135P2+

A tarefa principal dos helicópteros ambulância é oferecer tratamento médico de emergência avançado fora do hospital e transportar os pacientes diretamente para o nível correto de serviços de saúde. Por vezes é difícil parar em terra perto do paciente, nestas circunstâncias, costuma-se elevar o paciente através de um sistema de guincho. O Serviço Nacional de Ambulâncias Aéreas da Noruega coopera estreitamente com o Serviço de Busca e Salvamento, sendo que os helicópteros ambulância são muitas vezes utilizados para missões de busca e salvamento mais simples.

Os aviões ambulância transportam equipamentos médicos avançados e possuem uma equipa composta por dois pilotos e uma enfermeira de voo. Quando necessário, o médico pode acompanhar o paciente a bordo. O avião ambulância tem capacidade para transportar dois pacientes de maca.

avião ambulância noruega

O Beech KingAir B200 está estacionado em todas as sete bases aéreas para aviões da Noruega. Os aviões ambulância são usados ​​para o transporte de pacientes entre hospitais e no condado de Finnmark os aviões também são usados ​​para o transporte de pacientes de emergência diretamente para o nível adequado de saúde.

SeaKing

SeaKing

Os helicópteros de busca e salvamento são coordenados pelos Centros Comuns de Coordenação de Resgate (Bodo e Sola). A capacidade médica é semelhante aos pequenos helicópteros ambulância.

Veja agora um vídeo com uma intervenção muito arriscada de um destes helicópteros ambulância:




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).