“A informação está diante dos nossos olhos…”

2

Parece a mascara de um filme de ficção científica, mas a realidade, é que está a ser desenvolvida nos Estados Unidos da América uma mascara que poderá ser de bastante utilidade para os Bombeiros do outro lado do Atlântico.

Esta ferramenta, possibilitará aos bombeiros durante uma operação de combate a incêndios urbanos saber qual a temperatura imediata ao seu redor, comunicar e saber onde se localizam por vídeo os restantes elementos, saber a todo o instante a autonomia do ar comprimido, visualizar informações técnicas, entre outras funcionalidades…

É caso para dizer: “A informação está diante dos nossos olhos…”

Até à proxima,
Sérgio Cipriano

 

 

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

  • Helena Isabel Costa

    Lamento, antes demais as mortes e os ferimentos graves dos nossos Bombeiros. Peço ajuda a Deus para proteger os restantes, porque os nossos Comandantes de Bombeiros parece que andam a dormir e defender quem faz mal a coordenação e o comando destes homens e mulheres, que deixaram as suas famílias em pranto e o conforto dos seus lares!!!!!!! Quando houve a primeira tragédia, deveria logo ser perguntado e analisado o que correu mal e ser ponto assente que iriam proteger antes de mais os nossos soldados da paz, que deixam famílias que serão esquecidas, mas que terão sempre a dor e sofrimento da perda.
    Força e se tiverem que dizer não a uma ordem que não concordem, mesmo que seja dum superior, façam porque está demonstrado que muitos deles já não sabem o que andam a fazer.
    Estou triste, muito triste… o que é que se está a passar?!

    • scipriano

      Helena, a impressa está também um pouco mais de cima do acontecimento, em outros anos também ocorreram infelizmente estes acidentes, os quais, tal como você mencionou carecem de ser analisados para que a morte dos que tombaram em combate não tenha sido em vão. Obrigado pelas suas considerações.