Futurvida apresenta ambulâncias com tecnologia a pensar nas pessoas

0

As últimas inovações tecnológicas em quatro ambulâncias de emergência e de transporte de doentes não urgentes são novidades da Futurvida, empresa especializada na fabricação de veículos especiais, que está presente na edição 2017 do Segurex – Salão Internacional de Proteção, Segurança e Defesa, que se realiza na FIL – Feira Internacional de Lisboa, até sábado, dia 6.

 

O evento abriu as portas nesta quarta-feira, e contou com a presença da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, que ficou visivelmente bem impressionada com as novidades presentes no salão, tendo feito perguntas à administradora da Futurvida, Delfina Cunha, sobre as inovações tecnológicas introduzidas nas novas ambulâncias de emergência e de transporte de doentes. O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, também participou na abertura do Segurex, tendo acompanhado a ministra na visita ao stand da Futurvida.

“A inovação tecnológica das nossas ambulâncias está no centro das novidades que apresentamos este ano no Segurex 2017, que é um salão líder em Portugal em produtos de emergência e proteção civil”, revelou Delfina Cunha, gerente da empresa de Albergaria-a-Velha, que está no mercado da adaptação e transformação de veículos desde 1998.

A Futurvida está no salão com quatro ambulâncias já adaptadas e equipadas com funcionalidades inovadoras no mercado português. Assim, a Futurvida terá patentes duas ambulâncias de Tipo B (veículos de emergência e socorro médicos), uma ambulância de tipo A2 (para transporte de doentes não urgentes sem mobilidade) e uma ambulância VDTD (viatura dedicada exclusivamente ao transporte de doentes não urgentes ou pessoas idosas).

Segundo Delfina Cunha, as duas ambulâncias de emergência e socorro apresentam com tecnologias distintas, que “são vanguardistas no panorama atual e certificadas de acordo com as normas europeias EN 1789:2007 + A2:2014”.

As duas ambulâncias têm novos painéis de controlo geral dos veículos, com sistemas tecnologicamente avançados, designadamente, painéis com ecrãs táteis resistivos, isto é, que possuem resistência elétrica, sendo que, proporcionam ao utilizador uma experiência mais eficaz.

A ambulância de tipo A2, de transporte de transporte de doentes não urgentes sem mobilidade, como, por exemplo, pessoas transportadas em maca ou cadeiras de rodas, apresenta como inovação “uma nova rampa de acesso, que é mais prática, leve e de fácil utilização”, afirma Delfina Cunha.

A quarta viatura da Futurvida exposta da Segurex é uma ambulância VDTD “com um novo visual interior e bancos mais confortáveis”, num ambiente “mais elegante e harmonioso”.

Além das novidades em quatro ambulâncias, a Futurvida está presente no Salão de Lisboa com equipamentos médicos de última geração, de diferentes marcas, gamas e tipologias.

“Para além da exposição dos nossos produtos, vamos poder oferecer aos nossos visitantes mais interatividade e dinâmica no decorrer de todo o evento, consagrando a possibilidade de participarem num jogo aliciante com recompensas exclusivas”, revela Delfina Cunha, anunciando também vídeo-reportagens com os clientes da Futurvida.

Fonte – Futurvida

About author

Ângelo Santos

Ângelo Santos

E natural do Porto e criado em Gondomar, assume-se como um “tripeiro de gema” pela forte influência e proximidade à cidade do Porto.
Nasceu praticamente no seio dos bombeiros derivado à presença de familiares nas fileiras, onde de perto acompanhou a sua evolução e ganhou gosto pela causa.
Integra na atualidade o corpo de bombeiros de Valbom no Concelho de Gondomar, onde exerce funções de bombeiro de 2º, com vínculo profissional de Operador de Comunicações.
Fez ainda parte do projeto bombeirosdeportugal.com.