Está a chegar…o Super Bombeiro!

0

superbombeiro7O exoesqueleto de alta tecnologia pode dar aos bombeiros habilidades “sobre-humanas”.

A estrutura estará preparada para cargas até 91 kg e é será colocada por cima das roupas dos bombeiros. Pode suportar anexos, tais como uma mangueira de alta pressão nos braços.

Esta inovação radical para o bombeiro do futuro foi apresentada como uma estrutura que pode dar forças sobre-humanas.

O exoesqueleto permitirá aos bombeiros resgatar e transportar facilmente pessoas em situações de incêndios ou levar equipamentos pesados ​​até lanços de escadas mais distantes dentro de um edifício em chamas.

Ken Chen é o criador do exoesqueleto. É um designer industrial em Melboune, na Austrália, que está a propor uma solução de tecnologia de ponta para ajudar as equipas de resgate em cenários como incêndios em arranha-céus.

O exoesqueleto está a ser projetado para complementar a performance muscular e ajudar os bombeiros a controlar todo o peso extra, sem impedir a liberdade de movimento.

Segundo o designer industrial, os “prédios podem conter milhares de pessoas e os bombeiros muitas vezes não se podem valer dos meios aéreos ou de plataformas elevatórias, por isso, a hipótese de resgatar vítimas é quase zero.”

Para ajudar a resolver o problema, Chen projetou uma cinta num exoesqueleto para aumentar a força do bombeiro e permitir-lhes subir facilmente edifícios altos.

“O “fato” exoesqueleto tem como objetivo aumentar a performance em caminhar, correr e realizar ações enquanto o bombeiro combate um incêndio num arranha-céus “, explicou.

Como funciona: os comandos do joystick permitem ao bombeiro controlar o sistema, enquanto um computador montado na parte de trás envia comandos para os braços e pernas.

A estrutura pode levar cargas até 91 kg e é aplicado por cima da roupa dos bombeiros.

O dispositivo transfere o peso de quaisquer cargas transportadas diretamente no chão, de modo que os bombeiros não tenham de suportar o peso.

O peso do exo-suit é de cerca de 23 kg, e mede 1,6 metros.

Os investigadores dizem que o kit pode ser adaptado para diferentes missões e tipos de bombeiros.

O criador, Chen, adiantou que a bateria de lítio pode oferecer um tempo de operação de 2 horas.

Chen contou ao Discovery News que se inspirou, para projetar o sistema, depois de ler sobre o incêndio de Shanghai em 2010 que matou 58 pessoas num apartamento de um edifício alto e de acordo com a sua pesquisa: “…não há outros conceitos de combate a incêndios exoesqueleto em desenvolvimento” referiu.

Ainda não existe, à data, um protótipo de trabalho deste projeto. Mas, e vocês, o que acham? Uma boa ideia ou pura ficção?

Fonte: news.discovery.com/dailymail.co.uk

 




Sobre quem enviou a noticia

Mónica Costa

Mónica Costa

É natural de Tabuaço, licenciada em Comunicação e Relações Económicas e Mestre em Marketing e Comunicação. Foi jornalista na Rádio F até 2013 e apesar de nunca ter estado diretamente ligada ao mundo dos bombeiros, acompanhou sempre com um enorme respeito e admiração o seu trabalho. Na atualidade integra a equipa da Direção informativa do portal bombeiros.pt.