Conheça o dispositivo de combate e incêndios florestais em Espanha

Espanha é uma referência internacional na área do combate aos incêndios florestais, quem o diz é o próprio ministério que tutela esta área em Espanha.

O Ministério de Agricultura e Pesca, Alimentação e Ambiente de Espanha tem a responsabilidade de apoiar os dispositivos de extinção de Incêndios Florestais, em 2017 gastou 85 milhões de euros no seu dispositivo, quase 20 % mais do que o seu orçamento em 2011.

Portugal, mais pequeno que Espanha pelo menos quatro vezes, vais gastar este ano, segundo declarações da ministra da administração interna, perto de 70 milhões de euros.

Na campanha de 2017 dos “nuestros hermanos”, o seu ministério dispõe de um total de 70 meios aéreos. As suas principais novidades são o aumento de dois aviões de coordenação e de observação (acos), totalmente inexistentes em terras lusas, o que perfaz um total de 4.

Também vão usar, pela primeira vez, 4 Rpas (remote piloted aircrafs – Drones) para a sua utilização durante a noite em funções de fiscalização e acompanhamento, esta ultima tecnologia é igualmente inexistente em Portugal e segundo sabemos longe de poder vir a ser implementada no terreno.

Além disso, o ministério possui cerca de 1.000 elementos, entre técnicos, pilotos e mecânicos, pessoal das brigadas florestais, técnicos do ministério e outros meios.

 

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.