Quartel dos Bombeiros de Nisa inaugurado há 28 anos

0

Há 28 anos – 19 de Fevereiro de 1989 – era inaugurado pelo Prof. Aníbal Cavaco Silva, 1º Ministro, o novo quartel dos Bombeiros Voluntários e Municipais de Nisa, designação que seria alterada dois anos mais tarde para Bombeiros Voluntários de Nisa.

A inauguração do novo quartel dos Bombeiros de Nisa, que em Julho de 2016 completaram 100 anos de existência (oficialmente a 12 de Novembro), foi o culminar e a satisfação de uma aspiração de longa data e que começou a tomar forma ainda na presidência de António Pires Bento (1976-1979), perante alguma contestação quanto ao local de implantação do projecto.

Contestação e razões que o próprio António Bento, anos mais tarde, em entrevista ao “Jornal de Nisa” considerou justas e que justificou com a premência de, na altura, ser necessário apresentar um terreno municipal disponível, isto é, sem os obstáculos e demoras sempre inerentes aos processos de expropriação. Garantida estava, por parte do Governo (António Bento, confessou-me, conhecia muito bem o Secretário de Estado das Obras Públicas) a inscrição de verbas no OE e o apoio às obras, circunstância que viria a ser determinante para o arranque destas.

Mas os problemas técnicos e burocráticos foram-se sobrepondo à natural vontade e aspiração dos nossos Bombeiros terem casa própria e digna e só nos mandatos de 1982-1985 e 1985-1989, ambos sobre a presidência de José Manuel Basso foi possível iniciar e concluir a construção do quartel, com demoras e ajustes técnicos pelo meio.

Hoje é inquestionável que o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Nisa não foi implantado no melhor local. Por um lado – e essas eram já algumas das principais razões apresentadas – a localização numa zona da vila já de si congestionada, na proximidade de um Centro de Saúde, na altura ainda com internamentos (valência que perdemos, inglória e vergonhosamente) e do Mercado Municipal, situação que obrigava a muitos constrangimentos, nomeadamente a nível de trânsito e estacionamentos.

Outra razão, importante, tinha a ver com o futuro do Quartel. Olhou-se para as instalações como uma solução do presente não tendo em linha de conta quer o natural crescimento dos Bombeiros e das acções que lhe estão comedidas, quer, inclusivamente, face à política florestal em curso e defendida pelos vários governos do “centrão”, a localização de Nisa como zona “tampão” ou de primeira intervenção quanto aos fogos florestais.

Por último, a localização do quartel, “entalado” entre a via pública e uma zona residencial, não permitira a sua tão necessária como indispensável expansão.

Foram todas estas questões levantadas na altura e nos locais próprios. O interesse geral (a urgência de uma sede condigna para os Bombeiros) falou mais alto e a inauguração do Quartel realizou-se no dia 19 de Fevereiro. Há 28 anos, os Bombeiros de Nisa, depois de uma existência (e resistência) em instalações precárias e impróprias, sem nunca deixarem de cumprir a sua missão humanitária, festejaram com redobrado júbilo a inauguração da sua nova Casa.

Jornal de Nisa




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.