Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos criam Escola de Cadetes e Infantes

0

bvpa_eci1A pensar no futuro da instituição e no socorro da sua população, os Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, criaram a Escola de Cadetes e Infantes, onde crianças e jovens dos 6 aos 16 anos aprendem (quase) a brincar o que é ser bombeiro.

Disciplina e divertimento, aprumo e alguma adrenalina, respeito e muitos desafios, são a base desta formação!

Quem visitar o Quartel-Operacional na Rua do Parque Desportivo, em Paço de Arcos, num sábado de manhã poderá ficar surpreendido por encontrar bombeiros em tamanho pequeno, devidamente fardados, que aprendem as noções básicas necessárias à actividade de um Corpo de Bombeiros.

Criada este ano, a Escola de Cadetes e Infantes, conta actualmente com perto de duas dezenas de inscritos. São crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 16 anos, que têm em comum a curiosidade e o gosto pela actividade dos bombeiros.

Alguns têm já familiares no Corpo de Bombeiros e desde pequenos que estão de alguma forma ligados aos Bombeiros. Mas outros, descobriram a vocação por iniciativa própria e abraçaram o desafio.

Na base da criação da Escola de Cadetes e Infantes está uma filosofia de promoção cívica, formação e estimulação dos mais jovens para o desempenho de um papel mais activo no processo de aprendizagem e cidadania. Mas este projecto tem ainda como prioridade a sensibilização destas crianças para o voluntariado, incutindo-lhes o espírito de entreajuda, responsabilidade social e de trabalho em equipa.

O acompanhamento destes jovens é feito por uma equipa multidisciplinar, constituída por bombeiros com formação na área da segurança, educação social e psicologia.

Nestas aulas, as crianças adquirem conhecimentos teórico-práticos sobre a actuação em situações de prevenção, socorro e emergência, assim como treinam a ordem unida, formatura, marcha, entre outros conhecimentos do universo dos bombeiros.

As actividades e conhecimentos são adaptados às idades, onde irão aprender como reagir em diversas situações, nomeadamente através de noções básicas de socorrismo e suporte básico de vida. Conhecimentos estes, que “lhes podem valer” na vida quotidiana.

Mas estes mini-bombeiros também irão realizar exercícios práticos de montagem de linhas de água, saber identificar o material utilizado pelos Bombeiros e as suas aplicações, entre outros aspectos.

Com um treino semanal de duas a três horas, a Escola de Cadetes e Infantes não irá descurar a preparação física das crianças e jovens.

A Escola de Cadetes e Infantes irá também promover visitas de estudo a locais de acção de socorro, onde as crianças poderão adquirir conhecimentos teórico-práticos da missão de bombeiro, como é o exemplo previsto da visita de estudo ao Centro Distrital de Operações de Socorro de Lisboa (CDOS) ou ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes de Lisboa (CODU), ao Museu do Bombeiro do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, ou a outras estruturas ligadas à actividade dos bombeiros, como quartéis de outras corporações.

Promovendo a “autonomia”, este projecto procura “acima de tudo” promover o “respeito pela farda”. Mas as aprendizagens adquiridas – e o estímulo da auto-estima – nos bombeiros ajudam também ao desempenho escolar destas crianças e jovens.

A Escola de Cadetes e Infantes procura ainda envolver os pais em todos os processos.

Esta recruta já estará nas diversas acções integradas no programa das comemorações do 122º Aniversário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, e da tomada de posse do novo Comandante da Corporação, a realizar nos próximos dias 31 de Outubro e 7 de Novembro.

Qualquer criança ou jovem pode inscrever-se na Escola de Cadetes e Infantes. Bastando para isso a sua comparência no Quartel-Operacional, na Rua do Parque Desportivo, em Paço de Arcos, aos sábados, das 10h00 às 13h00, para proceder à sua inscrição.

Infantes, Cadetes e Estagiários

Da Escola de Cadetes e Infantes, os jovens podem, a partir dos 17 anos, continuar o seu percurso no Corpo de Bombeiros, integrando a categoria de Estagiários.

Aqui o treino e a preparação intensificam-se, sendo o último passo antes da sua oficialização como bombeiros e a integração no corpo activo do Corpo de Bombeiros, após conclusão do Curso de Formação para Ingresso na Carreira de Bombeiro Voluntário.

 

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.