Bombeiros de Olhão concluíram reequipamento interno

0

Um eletrogéneo de emergência rebocável, duas motobombas de «grande capacidade de bobagem», duas eletrobombas e três depósitos de combustível para sustentação das operações fazem parte do plano de reequipamento interno, dos Bombeiros de Olhão que já foi concluído e custou 40 mil euros.

Este eletrogéneo de emergência rebocável permite «a alimentação de energia de emergência do quartel, bem como a capacidade de ser projetado para operações de proteção, socorro e proteção civil», explica a Câmara de Olhão.

Já as duas motobombas e as duas eletrobombas vão responder «a situações de inundações e esgotamentos nas zonas críticas do concelho».

O três depósitos de combustível para sustentação das operações, com diferentes capacidades para transporte e armazenamento, garantem, por sua vez, «a continuidade das operações de proteção e socorro no município, permitido desta forma aumentar a capacidade operacional dos agentes da Proteção Civil no terreno», refere a autarquia olhanense.

O sistema informático também foi modernizado, quer o hardware, quer o software.

Também na reta final deste ano, os Bombeiros Municipais de Olhão foram contemplados com cerca de 1200 euros, verba entregue pelo hipermercado Jumbo de Olhão, no âmbito da campanha «Saco Solidário 25 dias Jumbo», que teve como objetivo apoiar as corporações locais de bombeiros.

Sul Informação




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.