Ser bombeiro em Sabrosa pode valer 50% de desconto no IMI e outras taxas

0

Imagem ilustrativa

A Câmara Municipal de Sabrosa vai avançar com um conjunto de medidas de apoio aos bombeiros do concelho que se dedicam à causa humanitária,de forma a incentivar e promover o voluntariado.

O presidente da Câmara Municipal, Domingos Carvas, justifica esta decisão do executivo como “um reconhecimento pelo importante papel cívico humanitário de proximidade que desempenham os bombeiros do concelho”.

O autarca considera também tratar-se de “um regulamento vocacionado para criar estímulos ao reforço do número de bombeiros, através de uma série de prioridades e benefícios propostos pela Câmara como adequados”.

De entre as medidas sobressai a atribuição de 10 euros mensais a cada elemento que fará parte das Equipas de Combate a Incêndios, ECINs, das Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Sabrosa e de Provesende mobilizadas para o período de fogos deste ano.

Em fase de consulta pública está o Projecto de Regulamento de Concessão de Regalias Sociais aos Bombeiros Voluntários do Concelho que prevê um conjunto de benefícios sociais de apoio ao exercício daqueles que se dedicam à causa humanitária e de incentivo e promoção ao voluntariado, contribuindo assim para o aumento dos efectivos nas duas coorporações.

Dos muitos benefícios sociais destinados aos bombeiros, previstos no Projecto de Regulamento, salienta-se o reembolso de 50% do IMI, reduções de 50% nas taxas e licenças municipais de construção, reparação e ampliação de habitações.

A mesma percentagem de redução é definida nas taxas de ligações à rede de abastecimento de água e rede de drenagem de águas residuais domésticas de habitação própria.

Nas tarifas de água, saneamento, e recolha de resíduos, a baixa é de 25%. O documento aponta também regalias sociais nas áreas da Educação, nomeadamente com redução até 50% nos custos na alimentação de crianças que frequentam o pré-escolar e 1º ciclo, variável consoante os rendimentos do agregado familiar.

Os soldados da paz do concelho de Sabrosa terão também acesso gratuito às piscinas municipais e prioridade na atribuição de habitações sociais.

A autarquia propõe-se ainda conceder uma bolsa de estudo no valor de 75 euros mensais aos filhos de bombeiros falecidos ou com doenças crónicas, resultantes do desempenho da sua missão.

Renascença




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.