Viaturas seculares dos Bombeiros expostas no Colombo

0

O Centro Colombo em Lisboa, expõe as primeiras viaturas motorizadas utilizadas em Lisboa pelo Regimento de Sapadores Bombeiros.

As cinco viaturas dos bombeiros, das quais a mais antiga será um Brasier de 1906, vão estar expostas até 2 de março, na Praça Central do Centro.

Consegue identificar um Brasier de 1906, um Zust de 1908 ou um Mercedes-Benz de 1931? E se lhe falarmos num Auto Primeiro Socorro em Lisboa, num Auto-Bomba ou num Auto Comandante de Companhia?

O Centro Colombo e o Regimento de Sapadores Bombeiros convidam-no a ficar a conhecer cinco exemplares raros das primeiras viaturas motorizadas utilizadas na cidade de Lisboa.

Estas peças, representativas de uma nova era tecnológica – a motorização dos meios de socorro – fazem parte da exposição “Há Fogo! Há Fogo! Acudam, acudam!”, patente no Picadeiro Real em Belém, antigo edifício do Museu Nacional dos Coches.

Desta exposição faz parte ainda uma Bomba a Vapor Shand, Manson & Co., do final do séc. XIX, antecessora mecânica das viaturas motorizadas, fazendo a ponte com as viaturas não motorizadas e equipamentos dos finais do séc. XVII ao início do séc. XX.

E para assinalar o início da exposição no Centro Colombo a Banda do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa vai atuar no dia 22 de fevereiro, às 17H00, na Praça Central, com um reportório bem conhecido do público: Rhythm Explosion, Queen Greatest Hits, The Saints Halleluyah, entre outras.

Com acesso gratuito todos os visitantes do Centro Comercial podem ficar a conhecer como eram combatidos os incêndios no início do século XX e ver as primeiras viaturas motorizadas do Regimento de Sapadores Bombeiros na Praça Central, entre as 10h00 às 24h00, até ao dia 2 de março.

ipressjournal.pt




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.