Últimas notícias sobre os bombeiros feridos em Bragança (actualizada)

0
Imagem TVI 24

Imagem TVI 24

O fogo que esteve activo durante a tarde de quarta-feira em Cortiços, Macedo de Cavaleiros, feriu quatro bombeiros de Miranda do Douro.

Adiantou a Lusa que as vítimas, três homens e uma mulher, com idades entre os 19 e os 32 anos, estão hospitalizados, a maioria com queimaduras, e um dos bombeiros terá já sido transferido para um hospital do Porto.

Ainda de acordo com a fonte, o ferido mais ligeiro, com sintomas de inalação de fumo, é um bombeiro de 19 anos. Outro bombeiro com 30 anos apresenta queimaduras de primeiro grau na face e nas pernas. Já a bombeira apresenta queimaduras de primeiro e de segundo grau em várias partes do corpo. Estes três bombeiros mantêm-se no Hospital de Bragança.

O ferido mais grave, Nuno Magalhães (segundo informação do CM), é um bombeiro de 32 anos que foi transferido de helicóptero para o Hospital da Prelada, no Porto. O diretor de comunicação do hospital adiantou à TSF que o bombeiro «tem 50 por cento do corpo com queimaduras de segundo e terceiro graus», acrescentando que o bombeiro «está ventilado e com prognóstico reservado».

Ao longo da tarde, o adjunto de operações da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Carlos Guerra, afirmou à Lusa que um bombeiro tinha ficado ferido com queimaduras ligeiras e uma fratura numa perna e outros três tinha recebido assistência no centro de saúde de Macedo de Cavaleiros por inalação de fumos.

Contactado novamente pela Lusa, o adjunto nacional afirmou que a informação atualizada é a de que «estão todos internados» no hospital de Bragança, onde lhe foi indicado de que três dos bombeiros vão permanecer em observações e outro vai ser transferido para outra unidade hospitalar.

Carlos Guerra confirmou ainda que os quatros bombeiros pertencem todos à corporação de Miranda do Douro e que ficaram feridos quando a viatura de combate em que seguiam foi apanhada pelas chamas.

Ao fugirem, como contou, um dos bombeiros caiu, os restantes foram socorre-lo e acabaram por ficar todos feridos.

À margem da informação médica, as autoridades anunciaram hoje (dia 17) a detenção de um indivíduo, de 58 anos e residente no concelho, que se presume ser o autor do incêndio que acabou por causar estes ferimentos.

actualizada às 12h30 do dia 17 de Julho

(Fonte: Lusa/ TSF/ CM/ Bombeiros.pt)

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).