Última hora: Incêndio deixa 13 desalojados em Matosinhos

0

Incêndio UrbanoChamas provocaram estragos em três edifícios e obrigaram ao corte da linha do Metro.

Um incêndio, que deflagrou esta terça-feira à noite em Matosinhos, provocou estragos em três edifícios e deixou 13 pessoas desalojadas.

O fogo estava em fase de rescaldo pelas 23h00, disse à Renascença o comandante dos Bombeiros de Leixões, Alfredo Rocha.

“O incêndio está em fase de rescaldo. Ainda não sabemos onde começou verdadeiramente o incêndio, o que podemos dizer é que há três edifícios afectados com a fonte de ignição e, inclusive, parcialmente destruídos”, adiantou a mesma fonte.

O incêndio causou estragos numa pensão onde estavam a pernoitar 13 pessoas.

“Ninguém ficou ferido neste incêndio a única coisa que há, neste momento, é desalojados”, disse à Renascença o comandante dos Bombeiros de Leixões, Alfredo Rocha.

A vereadora da protecção civil da Câmara de Matosinhos, Joana Felício, explica que dez pessoas que ficaram sem tecto vão ser realojadas pela autarquia. As restantes três vão para casa de familiares ou amigos.

Renascença falou com Hélder Baptista, uma das pessoas que estava alojada na pensão onde começaram as chamas e que relata o que aconteceu: “Quando começou o incêndio eu estava no quarto a ver televisão, mas ouvi um barulho na pensão e ouvi pessoas a gritarem, a baterem às portas. Era um rapaz que estava a dizer: ‘há fogo, há fogo'”.

“O fumo já chegava aos andares de cima e tentámos tirar as pessoas todas que estavam lá, com a ajuda uns dos outros e saíram todos. Acho que não houve gente prejudicada, só mesmo infraestruturas”, relata Hélder Baptista.

As chamas deflagraram na Rua Brito Capelo, em Matosinhos, e obrigaram ao corte da linha do Metro.

Para o combate às chamas foram destacados 29 homens, de quatro corporações de bombeiros.

FONTE: RR

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.