Trinta e sete bombeiros em Melo passam à inactividade, em causa estão problemas com a direção

1

Bombeiros de Melo

A crise está instalada nos Bombeiros Voluntários de Melo, no concelho de Gouveia, após a passagem à inactividade de 37 bombeiros, o correspondente a cerca de 80% do seu efectivo.

Ao que o portal bombeiros.pt conseguiu apurar, os problemas entre a direção e o corpo activo têm levado a sucessivas reuniões que acabam por não ter um fim de resolução à vista.

Há duas semanas atrás, cerca de 24 bombeiros terão ameaçado a direção que caso não se demitissem, todos passariam à inactividade do quadro, criando assim um problema operacional na sua área de atuação. Em causa, estão desconfianças existentes entre a direção e o corpo activo e problemas do foro interno aos quais não conseguimos ter acesso.

Contactado o comandante do corpo de bombeiros e em declarações ao bombeiros.pt, Rui Abrantes referiu que, “foi de livre e espontânea vontade” que os 37 bombeiros passaram à inactividade no quadro, referiu ainda que tentou demove-los da sua decisão mas sem sucesso.

Rui Abrantes, referiu que perante tal cenário não tem condições de gerir o corpo de bombeiros, dado que, apenas fica com cerca de 10 bombeiros voluntários para trabalhar, incluindo profissionais. Referiu ainda que, informou esta situação ao Presidente do Município de Gouveia e as respectivas juntas de freguesia da sua área de atuação própria, só que, até ao momento, ainda ninguém se mostrou preocupado com a situação, dado que, não obteve qualquer resposta.

O bombeiros.pt sabe ainda que os processos dos 37 bombeiros já deram entrada no Centro Distrital de Operações e Socorro da Guarda e que os elementos alegam nas suas missivas os mais diversos motivos.

Tentámos o contacto com o Presidente da instituição, Gaspar Rocha, mas até ao momento não foi possível obtermos nenhuma reação.

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.