Treze concelhos portugueses em risco máximo de incêndio

0

incendioTreze concelhos dos distritos da Guarda, Viseu,  Coimbra e Castelo Branco estão hoje sob risco máximo de incêndio, segundo  informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando  entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia  da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade  de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

No sábado, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 121  incêndios que foram combatidos por 1.897 operacionais, com o auxílio de  494 veículos.

O IPMA prevê para hoje na região norte e centro céu pouco nublado ou  limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral a norte do Cabo  Raso até ao final da manhã. Possibilidade de aumento temporário de nebulosidade  no nordeste transmontano durante a tarde.

O vento soprará moderado de noroeste a partir da tarde no litoral e  temporariamente de sudoeste nas terras altas.

No sul, o céu estará pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente  muito nublado no litoral oeste até ao início da manhã.

O vento soprará em geral fraco de noroeste, passando a moderado no litoral  oeste, a partir da tarde e especialmente durante a noite. Na costa sul do  Algarve, o vento soprará moderado de sudoeste durante a tarde.

Quanto às temperaturas, em Lisboa prevê-se uma máxima de 27 graus Celsius,  Faro 26, Porto 21, Beja e Castelo Branco 32, Évora 33, Bragança 32, Vila  Real 31, Funchal e Santa Cruz das Flores 24, Ponta Delgada 24 e Angra do  Heroísmo 23.

Fonte: SIC

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.