Surto de sarna no quartel dos Bombeiros Municipais de Santarém

0

bombeiros_web_06O aparecimento de três casos já confirmados de sarna, uma doença contagiosa da pele, no quartel dos Bombeiros Municipais de Santarém, vai obrigar à desinfecção das instalações.

Todo o efectivo da corporação vai também fazer um tratamento durante três dias, que vai ser fornecido pela câmara municipal, que tutela o corpo de bombeiros.

Segundo o comandante dos bombeiros, Nuno Oliveira, além das instalações vão ser desinfectadas todas as viaturas e equipamentos de protecção individual, além de mobiliário do quartel.

O comandante informa que na semana passada apareceram alguns bombeiros a queixarem-se de problemas na pele. Na segunda-feira, um elemento foi ao médico e foi-lhe diagnosticada sarna. Esta terça-feira mais dois bombeiros recorreram às urgências do Hospital de Santarém e também lhes foi diagnosticada a mesma infecção.

Nuno Oliveira diz que se desconhece a origem do contágio, uma vez que a doença é altamente contagiosa e pode ser transmitida simplesmente pelo toque em objectos. “Pode ter sido em algum serviço que um bombeiro tenha feito”, sugere.

Sarna (ou escabiose) é uma infecção parasitária contagiosa da pele que ocorre entre seres humanos e outros animais. É causada por um ácaro designado “Sarcoptes Scabiei”. Alguns dos locais onde é mais frequente o aparecimento de sarna são instalações do Exército, lares para idosos, creches e prisões.

Fonte: O Mirante




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.