SIRESP também colapsa quando há tempestades

0

Rede de comunicações falha todos os anos e já houve “apagões” de 13% e 16% de todo o sistema.

A rede SIRESP, usada pelas forças de segurança e pelos bombeiros, não vai abaixo só nos incêndios, como aconteceu recentemente nos fogos de Pedrógão ou de Mação. O sistema, que custou cerca de 500 milhões de euros, também não está preparado para aguentar tempestades e colapsa praticamente todos os anos. Mas o Estado nunca exigiu o pagamento de penalidades à empresa que opera a rede.

Fonte: Jornal de Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Paulo Reis

Paulo Reis

É Natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 18 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde atualmente, apresenta o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe É na atualidade responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem da corporação e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com.