SIRESP ameaça cortar comunicações se Estado não pagar dívida

0

Empresa espera há 1 ano pelo pagamento de mais de 11 milhões de euros.
O SIRESP ameaça cortar as comunicações na época dos incêndios se o Estado não pagar a dívida que tem acumulada.

A empresa espera há um ano pelo pagamento de mais de 11 milhões de euros. Dinheiro que terá sido aplicado em investimentos pedidos pelo Governo em 2018.

De acordo com a informação avançada hoje pelo Jornal de Notícias, o consórcio alega que a dívida pode levar à insolvência da empresa e ameaça desligar a ligação satélite.

O Jornal avança também que o Governo terá sido avisado mais do que uma vez para as consequências da falta de pagamento e terá determinado uma data para que fosse apresentada uma solução, um prazo que termina hoje.

Na próxima quarta-feira começa Estado de alerta da Proteção Civil devido aos fogos. Sobe também o nível de perigo de incêndios rurais.

SIC

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.