Simulacro testou intervenção dos meios de socorro na Escola do Campo de Baixo

0

escola-campo-baixo_0A EB1/PE Campo de Baixo, no Porto Santo, realizou um simulacro de incêndio e posterior evacuação geral, através da colaboração da Secretaria Regional da Educação, Serviço de Protecção Civil da Câmara Municipal, Polícia de Segurança Pública e dos Bombeiros Voluntários do Porto Santo.

Após o toque de alarme, que aconteceu pelas 10h40, deu-se a evacuação de todos os ocupantes da escola, sendo que a direcção afirma que tudo aconteceu tal como previsto.

Rapidamente, chegou o auxílio, com a chegada dos Bombeiros Voluntários à escola, que fizeram a avaliação, combate às supostas chamas e procederam ao resgate das pessoas, que posteriormente foram encaminhads para receber auxílio, na ambulância.

A direçcão da escola e o delegado de segurança, bem como o Serviço de Protecção Civil acompanharam o simulacro. Os alunos da Pré-escolar foram retirados para “local seguro” em duas carrinhas da Câmara Municipal.

O objectivo do simulacro foi a avaliação da capacidade de resposta e a interacção entre as diversas entidades de socorro e segurança que actuam no concelho, bem como aferir a operacionalidade dos meios técnicos e humanos e o nível de coordenação das Instituições.

Fonte: dnoticias.pt

Sobre o autor

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 17 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.