Sete distritos em alerta amarelo para calor até sexta-feira

0

O Instituto de Meteorologia colocou sete distritos de Portugal continental em alerta amarelo devido à previsão de temperaturas altas até sexta-feira. Perante as previsões de tempo quente e seco, a Protecção Civil decidiu activar o alerta amarelo devido ao risco de incêndio em todos os distritos do continente.

Em alguns distritos os termómetros vão ultrapassar os 40ºC, indica o site do Instituto de Meteorologia. Bragança, Évora, Guarda, Vila Real, Beja, Castelo Branco e Portalegre estão entre as 09h desta quarta-feira e as 18h de sexta-feira sob alerta amarelo, o segundo mais grave numa escala de quatro.

Para esta quarta-feira, o Instituto de Meteorologia (IM) prevê que as temperaturas máximas nos setes distritos oscilem entre os 27ºC e os 36ºC, sendo que será em Beja que os termómetros vão estar mais elevados. Para quinta e sexta-feira está prevista uma subida da temperatura, podendo chegar aos 39ºC amanhã e aos 41ºC no dia 10. Será nos distritos de Beja, Évora e Castelo Branco que as máximas vão ser mais elevadas. Nos próximos dois dias, os restantes distritos também vão sentir mais calor, com ligeiras oscilações entre quinta e sexta-feira: Bragança (37ºC a 38ºC), Guarda (33ºC a 35ºC), Vila Real (36ºC) e Portalegre (37ºC a 39ºC).
O IM adiantou também esta quarta-feira que o índice de radiação ultravioleta é de valores extremos na Madeira e vai variar entre moderado e muito alto em Portugal continental e Açores. As ilhas da Madeira e Porto Santo, no arquipélago da Madeira, têm níveis extremos de exposição à radiação ultravioleta, pelo que o IM recomenda a permanência em casa.

Com base nessas previsões de tempo quente e seco, a Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC) resolveu estender o alerta amarelo a todo o país. Desde a semana passada que Faro e Beja estavam neste nível de alerta, o segundo menos grave numa escala de quatro, mas a ANPC resolveu prolongar o aviso até às 20h de segunda-feira.

Nos restantes distritos do Continente, o alerta amarelo hoje accionado vai prolongar-se até às 20h de sexta-feira.
O alerta amarelo pressupõe o reforço da monitorização e a intensificação, por parte do dispositivo de combate a incêndios florestais, de acções preparatórias com vista ao aumento do grau de prontidão, segundo a Proteção Civil. Os índices de perigosidade de incêndio florestal em todo o território, nomeadamente nas regiões do interior Norte e Centro, preveem-se elevados a extremos.

A ANPC recorda que é proibido realizar queimadas ou fogueiras e lançar foguetes, assim como fazer lume ou fumar em espaços florestais e vias que os circundem.

FONTE: Publico.pt

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.