Sentença do Tribunal: Bombeiros consideram ter sido feita justiça

0
(AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA)

(AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA)

“Os Bombeiros de Portugal saúdam o Tribunal e todos os que nele tomaram parte, pela posição agora assumida ao encontro do sentimento de justiça amplamente reclamado”, afirma-se na Moção aprovada por unanimidade no Conselho Nacional da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) reunido no fim de semana em Felgueiras.

A posição dos Bombeiros surge na sequência da sentença, de 18 e 12 anos de cadeia, proferida pelo Tribunal Colectivo de Júri de Vouzela em relação a dois indivíduos considerados culpados pelos fogos florestais ocorridos em 2013 na Serra do Caramulo, onde se registou a morte lamentável de 4 bombeiros e ferimentos graves em 12.

Na Moção, os Bombeiros de Portugal salvaguardam que, não querendo “imiscuir-se na douta sentença proferida pelo Tribunal, constatamos que as penas aplicadas respondem ao sentimento generalizado de justiça feita em nome dos que pagaram com a própria vida a intervenção nos incêndios florestais de 2013”.

LBP

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.