Risco de incêndio elevado em vários concelhos do país

0

risco incêndioFaro, Guarda, Porto e Viseu apresentam-se hoje como os distritos em que os níveis de risco de incêndio são mais elevados.

De acordo com a informação do instituto, Monchique com o nível muito elevado e Portimão, Lagos, Aljezur e Vila do Bispo registam um risco elevado no distrito de Faro. Já nos restantes distritos, destacam-se Trancoso, na Guarda, Valongo, no Porto e Nelas, em Viseu, com níveis elevados de risco de incêndios.

Embora num nível mais baixo, as regiões de Castelo Branco e o Litoral do Alentejo também registam níveis moderados de incêndio.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou na segunda-feira 32 incêndios, que foram combatidos por 223 bombeiros, apoiados por 62 veículos.

O IPMA prevê para hoje céu muito nublado no Norte e Centro do país, com condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros e trovoada, em especial a partir da tarde. O vento deverá ser fraco e a temperatura máxima pode descer.

No sul, a temperatura também deverá descer e o céu estará muito nublado, sendo que no Algarve deverá cair alguma chuva até meio da tarde.

O IPMA prevê temperaturas máximas de 23º centígrados para o Porto, 22º para Lisboa e 20º para Faro, enquanto as mínimas irão oscilar entre os 13º de Lisboa e os 16º de Faro.

(Fonte: Bombeiros.pt/Lusa)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).