Ribeira Brava: Rebentamento de dois poços de rega levou à morte de senhora idosa

0

poço Ribeira BravaNo dia 21 de outubro, uma mulher foi dada como desaparecida na sequência do rebentamento de dois tanques de rega, no sítio da Amoreira, na freguesia do Campanário. Dia que choveu no Campanário com muita intensidade.

O desabamento dos dois tanques ocorreu pelas 9h30. Aparentemente a mulher terá tentado limpar as levadas nas proximidades mas deixou de ser vista.

Hoje, equipas de Busca e Salvamento da Unidade Especial de Polícia, sedeadas no Comando Regional da Madeira, destacaram-se com um efetivo de sete técnicos de busca e socorro da Polícia de Segurança Pública, em duas viaturas e dois binómios cinotécnicos, ao Sítio de Campanário, concelho da Ribeira Brava (Madeira) tendo auxiliado na ação de descoberta da senhora de 70 anos que estava desaparecida na sequência do rebentamento de dois poços de rega.

Os cães presentes nesta operação demostraram interesse na zona do ribeiro ali existente, pelo que foi decidido reforçar as buscas naquele local com elementos da PSP, Bombeiros Voluntários da Ribeira Brava e elementos da Câmara Municipal da Ribeira Brava.

Esta decisão levou à descoberta do corpo da vítima que se encontrava soterrada a cerca de 1,30 metros de profundidade.

Luís Andrade
bombeiros.pt



Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.