Recolhidos mais dois corpos junto à praia do Meco, falta encontrar um rapaz

0

bombeiros 3 miguel mansoAs autoridades recolheram hoje à tarde mais dois corpos femininos junto à praia do Meco, faltando apenas recuperar o corpo de um dos cinco jovens desaparecidos nesta praia há mais de uma semana, revelou a Marinha.

De acordo com a Marinha, durante a tarde de hoje, na sequência das ações de busca dos cinco jovens desaparecidos na praia do Meco, a equipa da Polícia Marítima localizou mais dois corpos do sexo feminino, a 300 metros do local do acidente, faltando agora recuperar o corpo de um jovem.

Hoje de manhã, a Marinha dera conta da recolha de outro corpo, que se encontrava a cerca de 2.300 metros em frente à praia do Meco.

No domingo, as autoridades encontraram o corpo de uma outra mulher, a cerca de 1.200 metros em frente à praia da Pipa, a 3,5 quilómetros a sul da praia do Meco, que poderá ser também de um dos jovens desaparecidos no dia 15.

Os corpos recuperados, todos femininos, foram encaminhados para o Gabinete Médico Legal do hospital de S. Bernardo, em Setúbal, para identificação, tendo as famílias dos jovens desaparecidos sido informadas.

Os cinco jovens (quatro raparigas e um rapaz), desaparecidos a 15 de Dezembro, integravam um grupo de sete alunos da Universidade Lusófona que tinha alugado casa em Alfarim para passar um fim-de-semana naquela zona do concelho de Sesimbra e que foram arrastados por uma onda na praia do Meco.

Um dos jovens conseguiu sair da água por meios próprios e alertar as autoridades para a ocorrência, cerca da 01:00, enquanto outro foi encontrado morto na manhã do mesmo dia

As buscas para encontrar os jovens desaparecidos há mais de uma semana na praia do Meco foram hoje retomadas por via terrestre e marítima, adiantou à agência Lusa o comandante do Porto de Setúbal, Lopes da Costa.

A Marinha destaca que as buscas vão prosseguir, mantendo-se empenhadas na operação a corveta Jacinto Cândido, a lancha de fiscalização Águia, bem como meios, por terra, da Autoridade Marítima e dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra.

(Fonte: Lusa/SOL)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).