Queimados em fogo com fardas de 2014

0

DENÚNCIA > Vítor Antunes, comandante dos Bombeiros de Castro Verde, revela que operacionais feridos usavam material com 6 anos GOVERNO > Anunciado concurso para 10 mil fatos de proteção

Os bombeiros da corporação de Cuba – Carlos Carvalho, de 40 anos, e Carlos Heleno, de 29 – que sofreram ferimentos graves no combate ao fogo em Castro Verde usavam equipamentos de proteção distribuídos em 2014. O primeiro, que está no Hospital de São José, em Lisboa, tem extensas queimaduras em todo o corpo, e o segundo, internado no Hospital de Santa Maria, sofreu lesões em cerca de metade.
A denúncia do estado “velho e gasto” do equipamento usado pelos operacionais, aos quais se juntam outros três bombeiros feridos com menor gravidade, foi feita ontem ao CM por Vítor Antunes, comandante da corporação de Castro Verde.
Ainda ontem, o Ministério da Administração Interna anunciou a abertura de um inquérito ao fogo, que deflagrou na segunda-feira e foi extinto ontem de madrugada. A secretária de Estado, Patrícia Gaspar, disse que a tutela “tem em fase de concurso a aquisição de mais de 10 mil equipamentos de proteção individual [formados por calças, casaco, botas, luvas, cogulas e capacete]”. “Não consigo adiantar uma data de entrega”, afirmou a governante.

ASSOCIAÇÃO DE COMANDANTES PEDE MAIS 30 MIL EQUIPAMENTOS
Já o presidente da Associação de Comandantes dos Bombeiros, Carlos Jaime, alerta que são necessários mais 30 mil equipamentos.
“Refiro-me a fardas que permitam o combate ao fogo no meio da chama. Cada uma representa um investimento médio de 400 euros, o que poucos corpos de bombeiros conseguem gastar. Deve ser a tutela a fazê-lo”, concluiu.

PORMENORES
Mudança de vento
Os bombeiros com os ferimentos mais graves terão sido surpreendidos pelo fogo após uma mudança de vento. O incêndio mobilizou 160 operacionais, apoiados por 60 viaturas e quatro meios aéreos.

Reserva da UNESCO
António José Brito, autarca de Castro Verde, diz estar a ser feita “avaliação rigorosa” da zona ardida no concelho, área que é Reserva da Biosfera da
UNESCO.

Calor e vento potenciam “fogos catastróficos”

A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, alertou ontem que o calor e ventos fortes esperados para os próximos dias “apontam para um cenário meteorológico complicado, com fogos quase catastróficos”.
Cerca de 70% dos concelhos do País (em especial no Interior Norte e Centro, e Algarve) estão em alerta máximo para fogo

Fonte: Correio da Manha – MIGUEL CURADO/ANTÓNIO LÚCIO

About author

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt