Quatro incêndios combatidos por cerca de 130 bombeiros

0

Quatro incêndios estavam hoje de manhã a queimar mato e a ser combatidos por quase 130 bombeiros, o mais grave dos quais em Carvalheda, em Aveiro, de acordo com informação divulgada pela Autoridade da Proteção Civil.

Incêndio Florestal

Segundo a página de Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil,  o início do fogo em Vale de Cambra, concelho de Carvalheda, foi registado  às 00:50 e tinha, às 07:25, três frentes ativas.

Àquela hora, o incêndio estava a ser combatido por 60 bombeiros e 18  veículos.

No concelho de Seia, estão dois incêndios a queimar zonas de mato, um  em Baiol, outro na Loriga.

O maio deste fogos situa-se em Baiol, tem uma frente ativa e está a  dar trabalho a 46 bombeiros e 14 veículos, estando já a lavrar há 11 horas.

Em Loriga, o fogo foi registado pela Proteção Civil às 22:50 de quarta-feira  e hoje de manhã estavam 11 bombeiros e quatro veículos a combater uma frente.

 Um quarto incêndio teve início cerca das 01:45 em Mondim de Basto, em  Vila Real, e o seu combate está a ser feito por 12 bombeiros e sete veículos  contra uma frente ativa.

Fonte: SIC Noticias




Sobre quem enviou a noticia

Ângelo Santos

Ângelo Santos

E natural do Porto e criado em Gondomar, assume-se como um “tripeiro de gema” pela forte influência e proximidade à cidade do Porto. Nasceu praticamente no seio dos bombeiros derivado à presença de familiares nas fileiras, onde de perto acompanhou a sua evolução e ganhou gosto pela causa. Integra na atualidade o corpo de bombeiros de Valbom no Concelho de Gondomar, onde exerce funções de bombeiro de 2º, com vínculo profissional de Operador de Comunicações. Fez ainda parte do projeto bombeirosdeportugal.com.