Protecção Civil: 600 ocorrências com quedas de árvores

0

chuva_vento_mau_tempo_reutersA Autoridade Nacional de Protecção Civil contabilizou hoje cerca de 600 ocorrências devido ao vento forte, a maioria relacionadas com a queda de árvores, concentradas sobretudo nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro e Viseu.

As 600 ocorrências registaram-se entre as 08:00 de hoje e cerca das 13:00, disse à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

Na esmagadora maioria dos casos trata-se de quedas de árvores, embora também existam casos de queda de estruturas, como placards publicitários.

A Protecção Civil registou também “inundações urbanas relacionadas com lençóis de água, que se resolve normalmente com o desentupimento de sarjetas”, acrescentou a mesma fonte.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) emitiu um alerta amarelo para todos os distritos do continente entre as 08:00 de hoje e as 20:00 do dia de Natal devido à previsão de mau tempo.

A queda de árvores sobre habitações devido ao forte vento desalojou nove pessoas no distrito do Porto sem qualquer registo de feridos, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

(Fonte: Lusa/ SOL)

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).