Proteção Civil mudou comando sem avisar

0

Grande Relatório da GNR revela descoordenação no comando, que obrigou militares a andarem às cegas e sem apoio.

Foram sete horas negras para os 38 militares da GNR que andaram no terreno. O relatório interno à atuação da Guarda no incêndio de Pedrógão Grande, enviado ao Governo, mostra que no dia 17 de junho houve falhas graves de comunicação, descoordenação da Proteção Civil e militares às “cegas” e sem apoio na área do fogo. De tal forma que quando o segundo-comandante operacional de Leiria, Mário Cerol, decidiu mudar o local do posto de comando da Proteção Civil, ninguém avisou a GNR.

Fonte Jornal de Noticias

About author

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Chefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt