Primeiro Ministro: Número de vítimas “provavelmente será superior”

0

António Costa disse que o incêndio que afeta Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra continua ativo e que o “vento reacendeu algumas frentes”. Primeiro-ministro anunciou que 400 operacionais da Segurança Social vão ajudar os habitantes das aldeias nestas localidades.

António Costa fez um novo ponto de situação sobre a tragédia em Leiria. O primeiro-ministro disse que o incêndio em Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra continua ativo. António Costa disse que o vento continua a dificultar o trabalho dos bombeiros. “Vento reacendeu algumas frentes”.

O primeiro-ministro corrigiu o número de vítimas de mortais de 62 para 61, mas admitiu que é possível que haja mais vítimas desta tragédia. António Costa disse que vai prosseguir o “trabalho penoso de identificação de vítimas aldeia a aldeia” e que “muito provavelmente o número de vítimas será superior”.

Anunciou que 400 operacionais da Segurança Social vão ajudar os habitantes das aldeias nestas localidades e pediu às rádios para continuarem a passar informações sobre os incêndios, já que esse é o único meio de contacto com algumas aldeias, pois várias aldeias estão sem eletricidade.

 O primeiro-ministro disse que os meios estão a ser disponibilizados e que também vai ser disponibilizado um conjunto de apoios necessários para empresas, agricultura e infraestruturas elétricas e rede viária que sofreram danos com esta incêndio.

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.