Portugal sem meios para ajudar Grécia no combate aos incêndios

0

incendio canadair aviãoPortugal não vai conseguir enviar ajuda para o combate aos fogos na Grécia. A Autoridade Nacional de Proteção Civil diz que analisou o pedido da Grécia ao Mecanismo Europeu de Ajuda, mas face ao risco de incêndios, ao número de meios disponíveis e à distância, Portugal não vai enviar meios.

Foi o que explicou à TSF Miguel Cruz, comandante adjunto do Centro de Operações Nacionais da ANPC. O risco de incêndio este fim-de-semana é mais elevado no interior do país do que no litoral, ainda assim, exige atenção face às previsões meteorológicas.

O governo grego pediu ajuda à Europa. A França deverá enviar hoje dois aviões Canadair e um avião de reconhecimento. Um novo incêndio foi declarado na ilha de Skyros. As autoridades gregas advertiram que o risco de incêndios continua elevado, em razão dos fortes ventos no país.

Em Atenas, a polícia anunciou hoje a prisão de dois homens, um grego e um búlgaro, suspeitos de terem contribuído, involuntariamente, para o início de fogos que deflagraram nos arredores da capital grega. Os dois homens, de 58 e 67 anos, serão apresentados ao ministério público, que poderá dar início a um processo por incêndio involuntário.

Depois de ter chegado a vários bairros do nordeste de Atenas, ameaçando habitações, os incêndios foram dominados na noite de sexta-feira para sábado. A Grécia teve um total de 80 inícios de fogos na sexta-feira, dos quais incêndios particularmente intensos no sudeste do Peloponeso, que já destruíram habitações e queimaram campos.

Nesta região do Peloponeso, pelo menos um homem, de 58 anos, já morreu na sequência dos incêndios.

A Grécia é frequentemente atingida por fogos nas florestas, favorecidos pelo vento e altas temperaturas. O último incêndio devastador foi em 2007, em que dezenas de pessoas morreram e milhares de hectares de floresta foram destruídos no Peloponeso e no sul da ilha de Eubée.

TSF

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.