Polémica nos bombeiros de Seia podem levar a processos disciplinares, ou não!

0

IM003654As divergências entre as direções e os comandantes, não são um tema novo nos bombeiros em Portugal e ainda fará correr muita tinta.

Ao portal bombeiros.pt chegam todas as semanas uma série considerável de denúncias e de problemas, que, dentro das responsabilidades que nos estão confiadas, enquanto órgão de comunicação social, temos reencaminhado para as entidades competentes o(s) assunto(s), dando-lhe assim aquele que esta redação considera ser o melhor seguimento. Alguns temas, pela sua gravidade, são sem qualquer dúvida casos de polícia.

Uma fonte próxima do portal bombeiros.pt referiu esta manhã que a “polémica está instalada” nos bombeiros de Seia, ao que tudo indica, um bombeiro da corporação não terá a sua carta averbada para a condução de veículos prioritários, assim, o comandante da corporação, Virgílio Borges, terá proibido o bombeiro em causa de conduzir.

O portal bombeiros.pt contactou o comandante da corporação, que confirmou o impedimento do bombeiro em causa de conduzir veículos prioritários, no entanto, refere que “existe um regulamento interno que é claro quanto às obrigações, deveres e direitos dos bombeiros e a direção é conhecedor desse regulamento” disse.

A fonte a que o bombeiros.pt teve acesso, refere que, o “comandante foi desautorizado pelo presidente da direção”, que perante o caso, terá alegadamente dito ao bombeiro que podia continuar a fazer o seu trabalho. O bombeiros.pt sabe ainda que as divergências entre o presidente da direção Senense e o comando são públicas e que poderá estar na origem da decisão tomada.

Porem, a polémica ainda não fica por aqui, a mesma fonte refere que, houve um bombeiro da corporação que terá sido apanhado pelas autoridades na passada semana com uma taxa de alcoolemia que o impedia de conduzir o veículo. Relativamente a este assunto, o comandante da corporação, Virgílio Borges, refere que lhe foi-lhe comunicado o sucedido mas que “aguarda que a direção da associação (tendo em conta que é um funcionário da casa) lhe comunique”, para que efetivamente possa tomar as medidas aplicadas a estes casos.

O portal bombeiros.pt tentou ainda obter reações do presidente da direção dos bombeiros de Seia, mas, até ao momento não foi possível.




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.