PJ deteve suspeito de sete crimes de incêndio florestal na zona de Valongo

0

incendio florestal mangualdeA Polícia Judiciária anunciou esta quarta-feira a detenção de um homem de 22 anos “fortemente indiciado” por sete crimes de incêndio florestal ocorridos na segunda e na terça-feira em Sobrado, concelho de Valongo.

Em comunicado, a PJ esclarece que o suspeito atuava “num quadro de diversão e incendiarismo” e, deslocando-se “num veículo automóvel por caminhos florestais, próximos do local de residência”, usava “bombas de carnaval para deflagrar os incêndios”.

“A quantidade de incêndios ateados em apenas 24 horas geraram grande alarme social na localidade”, destaca a PJ.

No total, nas manhãs de segunda e terça-feira, o eletricista agora detido provocou “sete focos de incêndio florestal”, que queimaram “uma área de cerca de sete hectares de floresta composta por eucaliptal”.

O homem ateou ainda “outros dois focos de incêndio que apenas causaram fogos de pequena dimensão”, porque foram “imediatamente detetados e combatidos pelos sapadores florestais”.

A PJ acrescenta que o detido vai ser presente a um primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

FONTE: JN




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.