PJ deteve bombeiro suspeito de atear fogo em Vila Pouca de Aguiar

0

PJ_Policia_JudiciariaA Polícia Judiciária (PJ) anunciou  hoje a detenção de um bombeiro voluntário de 34 anos suspeito de ter ateado  um incêndio na localidade de Capeludos, concelho de Vila Pouca de Aguiar.

A detenção foi efetuada pela Unidade Local de Investigação Criminal  da PJ de Vila Real que, este ano, já deteve 10 suspeitos do crime de incêndio  florestal na sua área de intervenção.

Em comunicado a Judiciária referiu que o detido de Vila Pouca de Aguiar,  um construtor civil e bombeiro voluntário, está “fortemente indiciado pela  prática do crime de incêndio florestal”.

De acordo com a força policial, o fogo, que ocorreu às 22:49 do dia  17 de agosto, consumiu uma pequena área de mato e pinheiro bravo.

No entanto, segundo a PJ, as chamas não se propagaram “a uma grande  mancha florestal adjacente dada a pronta intervenção da população e dos  bombeiros que o extinguiram”.

O suspeito vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação  de eventuais medidas de coação.

Lusa




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.