Pagamento adicional de 1 euro apenas durante a Fase Charlie

0

 O pagamento adicional de 1 (um) euro aos bombeiros que integram o DECIF 2017 compreende apenas o período da Fase Charlie, que vai de 1 de Julho a 30 de Setembro.

As corporações de bombeiros estão a ser informadas pela Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) e pela Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC) de que os bombeiros, dos Quadros de Comando e Activo, que estiveram em serviço nas diferentes missões de combate a incêndios durante a Fase Charlie irão receber mais 1 (um) euro por cada dia em que estiveram de serviço.

O documento a que o Portal Bombeiros.pt teve acesso, datado de 17 de Agosto de 2017, foi enviado nas últimas semanas para as corporações de Bombeiros, havendo informações de várias corporações que ainda (ao dia de hoje) não tinham recebido a comunicação por parte da LBP ou da ANPC. Este documento (disponibilizado no fundo da notícia) faz menção a que a “alteração produz efeitos a 01 de Julho de 2017”.

Em causa está um acréscimo de 1 (um) euro ao “montante da diária a abonar ao pessoal na Fase Charlie do DECIF 2017”.

Assim, um bombeiro pertencente ao Quadro Activo, durante a Fase Charlie, recebe 46 euros. Como a medida foi aprovada e feito aditamento dela apenas em Agosto, os dias que foram pagos a 45 euros merecerão uma correcção em breve e os bombeiros receberão o montante que lhes está em dívida pelos serviços efectuados desde o dia 1 de Julho.

Já um bombeiro pertencente ao Quadro de Comando tem a mesma actualização. Em vez dos 60 euros, receberá 61 euros.

Atenção que este aumento de 1 (um) euro diz apenas respeito ao período da Fase Charlie, nos serviços efectuados entre 1 de Julho e 30 de Setembro de 2017.

Consulta o documento aqui:

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).