Todos os nomes da comissão que vai investigar os incêndios

1

Primeiro soube-se o nome proposto pelo PSD – o do engenheiro militar Frutuoso Pires Mateus, membro efectivo da Ordem dos Engenheiros e doutor em Aplicações, Planejamento e Estudos Militares pela Escola de Comando e Estado Maior do Brasil, depois de ter completado o curso de Engenharia Militar para o Exército, em 1962.

A seguir, o PS indicou o catalão Marc Castellnou Ribau, que é engenheiro florestal da Universidade de Lérida, chefe da área florestal do Corpo de Bombeiros da Generalitat da Catalunha e participou já em 22 campanhas de incêndios florestais, tendo experiência em operações em Espanha, Portugal, França, Reino Unido, Itália, Grécia, Estados Unidos e Argentina.

O terceiro nome a aparecer na praça pública foi o de José Manuel Moura, antigo comandante operacional nacional da Protecção Civil no anterior governo PSD/CDS e substituído no final de 2016 já pelo actual executivo, proposto pelo CDS-PP.

A escolha centrista foi, do ponto de vista de Carlos César, líder parlamentar do PS, um mau começo. “Vamos dar uma contribuição com uma proposta de um nome para essa comissão para que seja independente. Não vamos recorrer a pessoas que estejam agastadas com o actual Governo por terem sido demitidas, ou por qualquer outra circunstância, para metê-los nessa comissão técnica independente no sentido de lançar as sementes de uma vingança”, disse César. Nuno Magalhães, criticou-o por ter feito “insinuações e ameaças”.

O Bloco de Esquerda indicou entretanto Joaquim Sande Silva, professor da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra e Coordenador do Centro de Ecologia Aplicada do Instituto Superior de Agronomia.

A bancada comunista optou por Francisco Castro Rego, que é professor do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa e Coordenador do Centro de Ecologia Aplicada Professor Baeta Neves.

O engenheiro Paulo Rainha Mateus, que é quadro do Ministério da Agricultura, assessor do Projeto SIMWOOD e professor convidado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e no Instituto Superior de Agricultura foi a escolha do Partido Ecologista Os Verdes.

Ficam ainda a faltar os seis especialistas que serão indicados pelo Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e do qual sairá o presidente (eleito pelos restantes membros). Quando estiver finalizada a composição da comissão será marcada uma primeira reunião.

Publico

 

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

  • Jose Miguel Pereira

    Todos os nomes, excepto os seis que faltam… 🙂