Novo serviço Municipal de proteção civil em Alcácer do Sal

0

ng1384569_435x200A Câmara Municipal de Alcácer do Sal apresentou hoje os novos organismos que passam a constituir a proteção civil municipal: Serviço Municipal de Proteção Civil; Comissão Municipal de Proteção Civil e Centro Municipal de Operações de Emergência e Proteção Civil. Novas estruturas, uma nova organização e uma abordagem prioritária a esta área foram as novidades apresentadas pelo atual executivo camarário, mais especificamente pelo vereador responsável pela área, Manuel Vítor Jesus, e pelo técnico que tem agora este sector a seu cargo, eng. António Seco.

Esta aposta redobrada na proteção civil é especialmente pertinente num concelho que contém em si uma imensidão de riscos potenciais, quer pela sua extensão – cerca de 1.500 quilómetros quadrados, o segundo mais extenso município do País – quer pela sua localização, na confluência de três falhas tectónicas; quer ainda pela diversidade de cenários que possui, com o atravessamento de uma auto-estrada de grande movimento, vários cursos e planos de água que apresentam frequentemente situações de cheia ou a grandiosa mancha florestal na qual se insere a maior extensão de pinhal manso do País.

O objetivo é reunir esforços para, tendo em mente a realidade existentes, prevenir riscos coletivos e as suas consequências para os cidadãos, bem como minimizar os impactos de catástrofes, socorrer e assistir os indivíduos em perigo e apoiar a reposição da normalidade, e, ainda, defender e proteger bens e valores culturais e ambientais de interesse público.

São parceiros, e constituem a Comissão Municipal de Proteção Civil, as corporações de bombeiros (Alcácer e Torrão); a GNR, o delegado de saúde e o diretor da unidade de saúde local, a segurança social e as instituições de solidariedade, assim como os serviços municipais e outras entidades cuja inclusão venha a mostrar-se seja pertinente. Já o Centro Municipal de Operações de Emergência de Proteção Civil, é composto pelo gabinete de informação pública e os grupos de Operações; Socorro e salvamento; Lei e ordem; Reserva, Logística e Assistência e Saúde, dependendo diretamente do presidente da Câmara.

(Fonte: Local.pt)

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).