Novo comandante assumiu funções nos Bombeiros Municipais de Machico por apenas seis dias

0

BMMachico quartelSegundo noticiado pelo Diário de Noticias da Madeira, o novo comandante nomeado para o cargo por despacho do presidente da Câmara Municipal de Machico foi Isidro Marques, em regime de comissão de serviço, pelo prazo de cinco anos. Este assumiu as funções na passada quarta-feira (1 de abril), mas algumas condicionantes levaram-no a pôr o cargo à disposição, associadas à possibilidade de alegada irregularidade em função dos requisitos que a lei obriga.

Apesar da experiência, com cerca de 14 anos e qualificação do elemento em causa, licenciatura na área de proteção civil, esta situação deveu-se ao facto deste não ter pelo menos quatro anos no desempenho de funções de comando ou de chefia.

Esta é uma realidade específica das instituições de bombeiros municipais, colocando mais divergências e especificidades naquilo que são os bombeiros em Portugal.

Ninguém na corporação ou mesmo no executivo camarário imaginava ser tão prematura esta nomeação para este cargo, restando agora pedirem pareceres para esclarecer todas as dúvidas suscitadas.

A solução agora é apontada para um comandante interino, enquanto este caso não estiver devidamente esclarecido.

Os Bombeiros Municipais de Machico têm na sua área de intervenção cinco freguesias da ilha da Madeira, sendo estas a freguesia de Machico (com 17,41 km² de área e 11 256 habitantes), a freguesia do Caniçal (com 11,46 km² de área e 3 924 habitantes), a freguesia do Porto da Cruz (com 25,13 km² de área e 2 597 habitantes), a freguesia de Santo António da Serra (com 8,65 km² de área e 1 617 habitantes) e a freguesia de Água de Pena (com 5,08 km² de área e 2 434 habitantes).

Do seu quadro fazem parte cerca de 65 elementos, dos quais 40 são profissionais. O actual quartel foi inaugurado em 1999.

Se o antigo comandante, Rui Faria ficou na história dos Bombeiros Municipais de Machico como um comandante de “longevidade”, cerca de 28 anos, Isidro Marques coloca-se no oposto, por questões burocráticas, como comandante durante apenas seis dias.

Luís Andrade
bombeiros.pt



Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.