Mulher ferida em despiste numa bomba de gasolina

0

Autor: Orlando Almeida / Global Imagens

Uma mulher de 53 anos sofreu ferimentos ligeiros, na manhã desta sexta-feira, quando o automóvel ligeiro que conduzia se despistou no interior de um posto de abastecimento de combustível na Avenida Mouzinho de Albuquerque, em Lisboa.

Fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros avançou ao JN que o acidente ocorreu pouco depois da 09.00 horas, assegurando que, apesar do aparato e do susto causado entre quem presenciou, não resultaram danos maiores.

Após o alerta, o INEM acionou de imediato uma Viatura de Emergência Médica e Reanimação (VMER) para o local, tendo a vítima sido assistida no local e, posteriormente, conduzida ao hospital de São José, ainda que o seu estado não inspirasse grandes cuidados.

A vítima ficou cerca de uma hora no interior do BMW que conduzia, até poder ser retirada em segurança. “Inicialmente estava muito assustada, com medo que a bomba pegasse fogo, mas depois conseguimos tranquilizá-la e ficou calma”, adiantou um dos funcionários do posto de combustível.

O facto de o acidente ter ocorrido num posto de abastecimento de combustível causou preocupações adicionais. “Podia ter sido bem mais grave”, adiantou a fonte dos Sapadores.

Segundo testemunhos recolhidos no local pelo JN, o acidente provocou um estrondo enorme, que se ouviu num raio de um quilómetro. “Vieram vizinhos de longe, alertados pelo barulho”, contou um dos funcionários do posto da Galp.

“Um susto enorme”, acrescentou um outro morador, que foi ao local alertado pelo ruído.

Neste momento, o piquete da empresa que faz a manutenção das bombas está no local a isolar a zona onde ocorreu o embate. O posto de abastecimento foi entretanto reaberto.

Fonte: JN

  

About author

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria.
Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa.
Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.