Muitos danos devido à agitação do mar em toda a costa de Portugal

0
Imagem: TVI

Imagem: TVI

O mar galgou às primeiras horas de hoje o paredão da praia do CDS, na Costa da Caparica, e provocou estragos nos restaurantes e bares. O mar também provocou estragos na Praia Grande, Sintra, e no paredão de Cascais.

As ondas, de cinco a seis metros de altura, abriram uma pequena cratera no paredão da praia do CDS, na Costa da Caparica, em alcatrão, área que foi vedada, disse à TSF fonte da Polícia Marítima da Costa da Caparica.

A força do mar provocou estragos no piso e em restaurantes e bares. A parte mais afetada do paredão já se encontra encerrada desde as primeiras horas da manhã e as autoridades marítimas decidiram fechar o acesso desde a zona do Tarquino até ao final da muralha a norte, junto ao parque de campismo da INATEL.

A forte agitação marítima também provocou hoje estragos na Praia Grande, no litoral de Sintra, obrigando ao corte do acesso ao areal e aos restaurantes da frente de mar.

De acordo com o presidente da Junta de Freguesia de Colares, Rui Santos, a estrada está cortada, depois da força do mar provocar danos nos bancos e passeios.

A estrada de acesso à praia está fechada pela GNR na descida para o areal junto da piscina e do hotel, devido aos detritos na via.

O autarca sublinha ainda que, a partir das 16:00, as pessoas não devem deslocar-se para junto da zona costeira, devido aos riscos com a subida da maré e por a ondulação continuar forte.

Em Cascais, a agitação marítima das últimas horas provocou estragos no passeio marítimo, sobretudo ao nível do pavimento, informou a Polícia Marítima que desaconselha circular na via, ainda que não tenha sido encerrada.

De acordo com o capitão do Porto de Cascais, Pinto Moreira, há neste momento locais intransitáveis no passeio marítimo, e foram enviadas equipas para o local para desobstruir as áreas mais afetadas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê das 08:00 às 17:59 de hoje «altura significativa das ondas», entre cinco a seis metros de noroeste.

A forte agitação do mar causou também hoje diversos danos materiais em localidades costeiras da Região Centro, como Nazaré, Peniche e São Martinho do Porto, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria.

Durante a noite e primeiras horas da manhã, o mar avançou para zonas habitadas e causou algumas inundações, provocando prejuízos diversos em estabelecimentos comerciais, cafés, viaturas e embarcações, adiantou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) à agência Lusa.

Na Nazaré, «a forte ondulação do mar atingiu a marginal, que esteve cortada ao trânsito até às 07:00», disse o comandante dos Bombeiros Voluntários (BV) da vila, João Estrelinha.

«O mar partiu as montras de um restaurante. Este é o único dano que registámos», disse João Estrelita, indicando que a intervenção dos BV foi solicitada às 04:00 da madrugada. Segundo o comandante, algumas viaturas estacionadas na marginal «foram presas com cabos para evitar outros danos».

Por seu turno, o presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, revelou que ainda esta manhã vão ser criadas barreiras de areia na praia, devido à continuação da agitação marítima forte que se prevê para hoje.

O mar conseguiu galgar duas barreiras de areia que tinham sido colocadas na praia para travar o avanço das ondas. Walter Chicharro admitiu que algumas artérias da Nazaré venham a ser interditadas ao trânsito nas próximas horas.

(Fonte: TSF)

 

Entra na página do Facebook do Portal Bombeiros.pt (https://www.facebook.com/www.Bombeiros.pt), faz “Gosto” e conhece em primeira mão todas as notícias sobre os Bombeiros Portugueses!

Envia-nos as novidades, notícias e fotos do teu corpo de bombeiros ou de outras forças operacionais para redacao@bombeiros.pt e ajuda a manter informados todos os Bombeiros Portugueses!

A informação com qualidade começa em ti!

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).