Morreu Twenty, que ajudou os bombeiros após o 11 de Setembro

0

10155755_461928620657391_6373674217198834088_n

O Departamento de Bombeiros de Nova Iorque perdeu um elemento importante no dia 5 de Janeiro: chamava-se Twenty, era uma cadela dálmata de 15 anos e foi uma importante ajuda para estes homens a seguir ao 11 de Setembro de 2001.

No dia dos atentados terroristas ao World Trade Center, a corporação perdeu sete membros. Dias depois, dois xerifes da cidade de Rochester, estado de Nova Iorque, visitaram o Departamento e ofereceram uma cachorrinha aos bombeiros.

“Ela tornou-se a nossa mascote e companhia. Ajudou-nos a recuperar a moral nos anos que se seguiram ao 11 de Setembro. Não consigo dizer o suficiente sobre o que ela fez para nos ajudar. Ela acompanhava-nos, saltava para o carro, punha a cabeça de fora da janela e ladrava. Tornou-se uma celebridade local”, recordou Gary Iorio, do Departamento de Bombeiros de Nova Iorque, num depoimento emocionado no Facebook.

FONTE: SÁBADO/MUNDO

 

 




Sobre quem enviou a noticia

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 18 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.