Morreu o bombeiro mais velho do país aos 102 anos

0

Luciano Viegas era o bombeiro mais antigo do País e uma lenda viva na Corporação de Melo e entre os habitantes daquela aldeia. Morreu hoje aos 102 anos de idade.

O chefe Luciano Fortunato Viegas nasceu a 18 de Agosto de 1917.

Ingressou nos Bombeiros de Melo em 01 de janeiro de 1945, onde se manteve até à sua passagem para o  Quadro de Honra da referida Instituição.

Foi ao longo da sua vida honrado com múltiplas distinções, inclusive, e a mais relevante, o crachá de ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses.

Foi, nos últimos anos, o porta estandarte da corporação e esteve durante 75 anos (até hoje) ligado ao voluntariado e aos bombeiros de Melo.

Lembramos de seguida algumas das palavras deste “chefe eterno” dos Bombeiros de Melo, recolhidas pela equipa do Portal Bombeiros.pt em 2017, durante a celebração do centenário do seu nascimento:

”Lembro-me bem da fundação dos Bombeiros de Melo e do seu fundador, José dos Santos Pinho. Foi uma grande alegria quando os Bombeiros de Melo apareceram. Éramos só homens e não havia fanfarra. Carros também não havia. Só carroças puxadas à mão. Eram três: uma com material, outra mais pequenina com uma agulheta e outra com uma bomba para tirar água”.

Durante aquela ocasião, o Chefe Luciano revelou que durante o seu período no activo, tempo em que passou por muita coisa, “nunca esperava assistir aos 81 anos da Instituição“.

Nessa ocasião manifestou um desejo que partilhou frequentemente com os bombeiros mais novos: “que os bombeiros de Melo nunca acabem…”.

Neste dia triste para os Bombeiros de Melo e para os Bombeiros de Portugal, o Portal Bombeiros.pt manifesta o seu pesar pela perda deste nosso amigo e dá os mais respeitosos sentimentos a todos os seus familiares, aos seus amigos e a todos os Bombeiros de Melo.

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda. Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).