Ministro da Saúde chamado para discutir perda de serviços

0

heli inemAs preocupações com o encerramento de serviços ou perda de outros, como o helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), estão na base da decisão tomada hoje numa reunião do conselho intermunicipal, como disse à Lusa o presidente da CIM Trás-os-Montes, Américo Pereira.

De acordo com o autarca, “já houve um contacto prévio” com o ministério de Paulo Macedo e esperam ter a presença do ministro na região, na próximo reunião da comunidade intermunicipal, que deverá decorrer no início de fevereiro.

A “ameaça séria da retirada” do helicóptero do INEM de Macedo de Cavaleiros será um dos temas da agenda desta reunião, segundo adiantou.

O INEM pretendia, há mais de um ano, deslocar o meio de socorro aéreo para Vila Real para passar a servir toda a região norte, onde já operaram duas aeronaves, uma estacionada em Macedo de Cavaleiros e outra no Porto.

Os autarcas do Distrito de Bragança conseguiram travar até agora a saída do helicóptero através de providências cautelares nos tribunais e de ações judiciais que ainda aguardam julgamento.

Uma das decisões judiciais que deu razão aos autarcas foi entretanto revogada, o que permitia ao INEM transferir o meio de socorro aéreo, mas o instituto ainda não o fez até à data.

Várias manifestações já foram promovidas na região contra a perda deste equipamento, assim como uma petição que já seguiu para a Assembleia da República.

Os subscritores defendem que o helicóptero é fundamental para salvar vidas na região com maiores carências de meios hospitalares e mais afastada das unidades de saúde de referência.

Os autarcas da CIM Trás-os-Montes querem manifestar ao ministro da Saúde, segundo Américo Pereira, as suas preocupações com o anunciado encerramento da urgência básica do hospital de Macedo de Cavaleiros e a desclassificação da urgência médico-cirúrgica do hospital de Mirandela.

“Os municípios querem o mesmo que o Governo: querem racionalizar, poupar, mas querem também que as pessoas sejam tratadas com dignidade”, declarou o presidente da comunidade intermunicipal.

A CIM- Trás-os-Montes é composta pelos municípios de Bragança, Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais.

(Fonte: Lusa/Notícias ao Minuto)

Segue-nos no Facebook do Portal Bombeiros.pt (https://www.facebook.com/www.Bombeiros.pt), fazendo “Gosto” e começando a fazer parte da inovação e das novidades nos Bombeiros Portugueses!




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).