Mensagem ao Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais – 2014

0

CONAC JOSÉ MOURANo dia 01 de Julho inicia-se a Fase Charlie do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais.

Esta fase contará no combate, com o empenhamento operacional de cerca de 10.000 operacionais pertencentes aos Corpos de Bombeiros, à Força Especial de Bombeiros da ANPC, à Guarda Nacional Republicana (GNR), aos sapadores florestais, sejam do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), da AFOCELCA, das autarquias ou de Associações de produtores florestais, apoiados por 49 meios aéreos.

A GNR assegurará, ainda, o funcionamento da Rede Nacional de Posto de Vigia através de 237 postos. Em complemento e sempre que se a situação operacional o justifique, poderão ser accionados meios militares para acções específicas de consolidação e vigilância pós rescaldo.

A ANPC releva o empenho de todas as forças e instituições que integram o Sistema Integrado de Operações de Protecção e Socorro (SIOPS) e que diariamente cooperam na luta contra este flagelo, relembrando, todavia, o papel do cidadão – que deve evitar comportamentos de risco.

Para este objectivo nacional, empenham-se todos os agentes de protecção civil acima referidos, na esfera de uma estrutura operacional bem definida, bem como as autarquias, autoridades municipais de Protecção Civil, na sua relação de proximidade.

Os valores da nobre causa da protecção e socorro, personalizados em cada um dos elementos envolvidos na difícil missão do combate aos incêndios florestais, são um exemplo de esforço, de coragem, de solidariedade, de perseverança e de construção de um espirito de corpo saudável e confiante, constituindo um sólido património colectivo de humanidade e de nobreza moral.

É na esperança de que com o contributo de todos, possamos encarar o ano de 2014 com segurança, com serenidade, com realidade, com lealdade e espírito de missão.

A todos se transmite confiança e gratidão. Confiança na acção, gratidão pelo empenho.

 

O Comandante Operacional Nacional,

José Manuel Moura

 

 

About author

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).