Márcio Castro eleito Profissional do Ano

0

Voluntário por Opção, Profissional na Ação.

A distinção foi atribuída no dia 09 de Outubro de 2012, pelo Rotary Clube do Funchal ao bombeiro voluntário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Madeirenses.

Na origem da atribuição do prémio, conforme explicou Alcina Sousa, presidente do Rotary Clube do Funchal, esteve o espírito de voluntariado e empenho demonstrados por Márcio Castro.

Por sua vez, o bombeiro homenageado confessou ao Cidade Net que não estava à espera de receber tal distinção, aproveitando para agradecer aos seus chefes e colegas. “Um bombeiro não é só um elemento, mas um conjunto de colegas que fazem uma equipa”, sublinhou.

Márcio Castro referiu, ainda, que os incêndios de Julho foram um período muito difícil, apontando que os bombeiros são treinados para deixar de lado o medo. “Apesar da gravidade das situações, o bombeiro tem de transmitir calma e confiança às pessoas, ou seja, temos de ser uma espécie de psicólogos”, transmitiu.

Apesar dos perigos desta atividade, Márcio Castro afirma que vale a pena ser bombeiro. “Ser bombeiro é algo muito gratificante, pois podemos ajudar as pessoas e isto faz-nos sentir bem”, concluiu.

 
 
Fonte: Diário Cidade por João Toledo
 
 



Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.