Marcelo lamenta morte de copiloto de Canadair que caiu em agosto

0

Destroços do avião anfíbio pesado (Canadair CL215), do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, do Centro de Meios Aéreos de Castelo Branco, que participava nas operações de combate a um incêndio que lavra no Parque Nacional da Peneda Gerês, Lindoso, Ponte da Barca, Viana do Castelo, 8 de agosto de 2020. O avião despenhou-se num acidente junto à Barragem do Alto do Lindoso, na sequência de uma operação de ‘scooping’ (reabastecimento de depósito de água) já em território espanhol provocando a morte do piloto português e ferimentos graves no piloto espanhol. ARMÉNIO BELO/LUSA

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou esta segunda-feira a morte do copiloto do avião Canadair que caiu enquanto combatia um incêndio na zona do Parque Nacional da Peneda-Gerês, em agosto.

“O Presidente da República enaltece o profissionalismo de todos aqueles que, em particular nos últimos meses, têm prestado um serviço de equipa e o auxílio imprescindível no combate aos terríveis incêndios que tanto têm fustigado o nosso país”, lê-se na mesma nota.

A morte do copiloto do avião Canadair foi noticiada hoje por meios de comunicação espanhóis.

Segundo o jornal A voz da Galiza, o homem, de 38 anos, foi encontrado hoje morto na sua casa, em Babilafuente, na província de Salamanca, onde se encontrava a recuperar dos ferimentos graves provocados pela queda do avião Canadair no dia 8 de agosto.

Por sua vez, o jornal Faro de Vigo avança, citando o diário La Gaceta, que se aguardam os resultados da autópsia para determinar as causas da morte.

A queda do avião que combatia um incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, concelho de Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo, provocou a morte do piloto, de nacionalidade portuguesa, de 65 anos.

No dia do acidente, o copiloto foi transportado para o Hospital de Braga e no dia 15 de agosto foi transferido para o hospital Virgen de la Vega, em Salamanca, onde acabou por ser operado, refere o Faro de Vigo.

Fonte: Jornal de Noticias

About author

Paulo Reis

Paulo Reis

É natural e residente em Esmoriz, a sua vida profissional está ligada à indústria automóvel nestes últimos 25 anos como CAD Designer. É um dos fundadores da Rádio Voz de Esmoriz, onde apresentou o programa de rádio “Bombeiros em Missão”. Está ligado desde tenra idade aos Bombeiros de Esmoriz onde fez parte da orquestra do Grupo Cénico e hoje, ocupa o posto de Subchefe. Foi responsável pelo Grupo de Comunicação & Imagem dos BV Esmoriz e integrou a equipa do portal bombeirosdeportugal.com. É o responsável do Departamento de Relações Públicas do portal Bombeiros.pt