Mais bombeiros e mais meios aéreos no DECIF 2014

0

Incêndio junto á Marina da Lixa-Covelo Gondomar/PortoO dispositivo de combate a incêndios florestais vai ser reforçado este ano com mais 250 bombeiros e quatro meios aéreos em relação ao ano passado e terá um custo de 85 milhões de euros, foi hoje anunciado.

Em conferência de imprensa de apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), o comandante operacional nacional, José Manuel Moura, adiantou que este ano vai também ser reforçada a utilização de máquinas de rasto e utilizar-se “preferencialmente” autocarros para fazer o transportar dos bombeiros que vão ser rendidos durante os fogos.

A época mais crítica em incêndios florestais, que vai decorrer entre 01 de julho e 30 de setembro, vai este ano contar com 2.220 equipas das diferentes forças envolvidas, 9.697 elementos, 2.027 veículos e 49 meios aéreos, segundo o DECIF apresentado por José Manuel Moura.

(Fonte: Porto Canal0)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).