Madeira: Motociclista morre em despiste

0

Quartel-BVSVicenteUm motociclista com 25 anos de idade faleceu ontem dia 12 de abril num acidente ocorrido em São Vicente.

A vítima embateu contra o muro de proteção da estrada e acabou por ser projetado para dentro da ribeira, com uma altura de cerca de 8 metros.

Um motociclista com 25 anos de idade faleceu ontem dia 12 de abril num acidente ocorrido em São Vicente.

A vítima embateu contra o muro de proteção da estrada e acabou por ser projetado para dentro da ribeira, com uma altura de cerca de 8 metros.

O jovem motociclista vinha de um passeio de motas, enquadrado num convívio para assinalar o Dia Nacional do Motociclista, tendo no regresso à sua residência perdido o controlo da mota que conduzia, sendo este o seu único ocupante.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz que prestaram os primeiros socorros até a chegada da Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR), tendo após diversas tentativas de reanimação, sido declarado o óbito.

O dia, na ilha da Madeira, também ficou marcado por mais dois outros acidentes que envolveram motas, um na zona do Campanário e o outro na Serra de Água. O primeiro assistido e transportado pelos Bombeiros da Ribeira Brava para o Serviço de Urgência, do Hospital Nélio Mendonça e o outro, assistido e transportado pela mesma corporação, para o Centro de Saúde da Ribeira Brava.

Os condutores de motas representam uma parte significativa nos números das estatísticas de mortes de viação e dos internamentos nas unidades de saúde hospitalares.

Coloca-se por isso, a pertinência de se refletir sobre algumas situações, tais como, comportamentos/imprudência dos condutores, a condição dos veículos, a utilização dos equipamentos de protecção mais adequados, o estado de segurança da via pública, entre outro, pois falamos de parte dum grupo, numa faixa etária muito jovem.


Luís Andrade
bombeiros.pt



Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.