Madeira: Chuva forte provoca derrocadas (atualização)

0

A estrada que liga S.Vicente ao Seixal, na costa norte, está interrompida devido a várias derrocadas e uma casa foi arrastada pela água na sequência da forte chuva desta madrugada na Madeira, disse o comandante da Protecção Civil.

Luis Néri adiantou à agência Lusa que as condições atmosféricas adversas na região, que está em alerta laranja – o segundo mais grave adoptado pelo Instituto de Meteorologia -, não provocaram «danos pessoais», apontando que a situação mais complicada é naquela zona da costa norte da ilha.

Segundo o responsável, «não estava ninguém» dentro da casa no Seixal que foi arrastada, «porque a pessoa tinha sido retirada anteriormente», mas duas pessoas ficaram presas dentro de uma viatura na Ribeira da Janela, tendo sido entretanto retiradas e estando «livres de perigo».

O comandante referiu que, nesta localidade, aconteceu uma série de derrocadas, o que impede a circulação na via expresso, adiantando que «já estão a ser mobilizadas várias máquinas» para trabalhar desimpedir a estrada.

Luis Néri falou ainda de problemas nas zonas do Faial e Santana, onde «ocorreram diversas situações de queda de pedras e derrocadas, que motivaram também a interrupção da via expresso», apelando a que as pessoas «circulem com muita atenção e cuidado».

O responsável da Protecção Civil salientou que ainda está a ser feita a avaliação dos estragos provocados pela forte precipitação que ocorreu esta noite na Madeira, que teve com um pico pelas 5h00, remetendo um balanço para depois das 08h30.

As corporações de bombeiros registaram ainda a inundação de uma casa no concelho de Santa Cruz e a necessidade de desobstruir uma estrada na zona do Pináculo.

Há registo também de várias inundações em Santana e em uma em Machico.

Esta situação afectou igualmente a ilha do Porto Santo, tendo os bombeiros sido chamados para apoiar numa inundação da casa das máquinas da Empresa de Electricidade da Madeira.

De acordo com as autoridades, a circulação no aeroporto está normal e o barco que faz a ligação entre a Madeira e Porto Santo já partiu.

Diário Digital com Lusa




Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.