Madeira: catástrofe provocada pelas chuvas

0

madeira 29/11A população do Porto da Cruz viveu momentos de desespero durante a noite passada. A chuva intensa provocou inúmeras derrocadas que danificaram casas e carros. Tudo porque as ribeiras transbordaram em vários sítios.

O presidente da Câmara de Machico, Ricardo Franco, acaba de garantir à TSF que o mau tempo provocou ferimentos em várias pessoas que foram transportadas para o centro de saúde de Machico e deu conta de vários estragos e condicionamentos no trânsito, em várias vias na freguesia.

Ricardo Franco, que está no local a liderar operações de limpeza, fala mesmo em “catástrofe” e apela às populações, algumas das quais isoladas, que permaneçam em casa, já que há enorme instabilidade em várias zonas da freguesia. Também apela aos serviços do governo regional que ocorram à freguesia para ajudarem a desobstruir os acessos.

O Serviço Regional de Protecção Civil deu conta, há instantes, da existência de quatro estradas encerradas e outras duas condicionadas devido ao mau tempo que, desde a noite de ontem, está a atingir sobretudo as encostas norte da ilha da Madeira, nos concelhos de Machico e Santana.

De acordo com a informação actualizada às 10 horas de hoje, estão encerradas ao trânsito automóvel a ER 103 (entre a ER 217 e o Cabouco); a ER 110 (entre o Santo da Serra e a Portela e entre a Portela e o Porto da Cruz (centro); e a ER 217 (São Roque do Faial). Está também interdita a ER 105, entre a Encumeada e o Lombo do Mouro.

Entre as estradas regionais com circulação condicionada encontram-se a ER 220 (antiga ER 232), na Falca.

Na a ER 221, entre o Seixal e o Chão da Ribeira, o trânsito está interdito a viaturas pesadas.

(Fonte: Dnoticias.pt)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).